Ton Paulo
Do Mais Goiás

Fluxo de passageiros do comércio essencial nos ônibus cai 35% em Goiânia

No sistema integrado Anhanguera, a demanda também teve uma queda de 37%

Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás

O consórcio Redemob, operador da rede de transportes coletivos de Goiânia e Região Metropolitana, registrou uma queda de 35% no fluxo de embarque prioritário nos ônibus, na manhã desta segunda-feira (5). No sistema integrado Anhanguera, a demanda também teve uma queda de 37%.

No embarque prioritário, estão trabalhadores de atividades essenciais de Goiânia e Região Metropolitana que se cadastraram no sistema da RMTC.

No entanto, conforme o Redemob, houve um recuo no horário de rush de hoje em comparação com os outros dias. Enquanto no início do sistema de embarque prioritário a redação de fluxo em Goiânia chegou a 45%, a de hoje foi de apenas 31%.

Quanto ao fluxo de passageiros de Aparecida de Goiânia, a queda da demanda foi de 38% no horário de pico matutino.

Redução no embarque prioritário chegou a 35%