Flores e vasos para Dia de Finados variam até 316% em Goiânia

Maior variação encontrada foi no valor de um vaso com preço entre R$ 12,00 e R$ 50,00. Pesquisa foi divulgada pelo Procon Goiás nesta quinta-feira (31)

Finados: Preço de flores pode variar até 300%
Finados: Preço de flores pode variar até 300%

Variação de até 316% em itens para o Dia de Finados, celebrado no próximo dia 2 de Novembro. É isto que aponta pesquisa realizada pelo Procon Goiás divulgada na manhã desta quinta-feira (31). Valores de itens como flores e vasos estão entre os que mais oscilam em Goiânia. Maior variação encontrada foi de 316% no preço de um vaso, com custo entre R$ 12,00 e R$ 50,00.

Ao todo, foram analisadas dez floriculturas localizadas nas proximidades dos cemitérios da capital durante dez dias. Intenção, segundo o órgão, é auxiliar e alertar pessoas que pretendem visitar os cemitérios, a fim de que comparem os preços e economizem na hora compra.

Flores, vasos, coroas e velas estão entre os itens pesquisados. O levantamento aponta variação de até 316% entre o menor e maior preço a ser pago por produtos iguais. Para se ter ideia, um vaso begônia nº 15 foi encontrado no valor de R$ 12 em um estabelecimento e por R$ 50 em outro local.

Da mesma forma, enquanto uma dúzia de flores Cravo foi encontrada por R$ 24 em um comércio, o mesmo produto foi localizado no valor de R$ 50 em outro local. Com as coroas não foi diferente. O preço mínimo encontrado foi de R$ 150 e o máximo R$ 200.

Variações de preços de itens para o Dia de Finados. (Gráfico: Niame/Mais Goiás. Fonte: Procon Goiás)

Preço estável

O levantamento aponta também uma estabilidade no valor anual médio das flores. A redução foi de 0,04%, em comparação aos preços médios praticados no mesmo período em 2018. Individualmente, porém, houve queda de até 30,70%. É o caso, por exemplo, da dúzia de rosas. No ano passado, o preço médio era de R$ 72,57 e atualmente, está a R$ 50,29.

Do mesmo modo, houve diminuição de 19,50% no valor cobrado pelo vaso Azaleia nº 15. Em 2018, o preço encontrado foi de R$ 30, enquanto no ano vigente foi verificado por R$ 24,15.

Apesar das reduções, a pesquisa também mostra aumento, como no caso do vaso Bola Belga nº11, que saiu de R$ 13,75 para R$ 18,98, resultando em variação de 38,04%.

Variações de preços de itens para o Dia de Finados entre 2018 e 2019 (Gráfico: Niame/Mais Goiás. Fonte: Procon Goiás)

Recomendações

Segundo o gerente de pesquisa e cálculo do Procon-Goiás, Gleidson Tomaz, a verificação da qualidade dos produtos é tão importante quanto a pesquisa dos preços. “É muito importante que o consumidor pesquise porque verificamos variação de até 316%, mas também é preciso verificar a qualidade do produto, como está a conservação do produto, qual tipo de arranjo é utilizado, porque tudo isso vai influenciar no preço final do produto”, afirmou.

Para isso, a sugestão é para que os consumidores façam as compras antecipadamente. De acordo com Gleidson, a demanda e o volume de pessoas dentro das lojas tendem a aumentar em razão da data.

“Se possível, desde que o consumidor faça manutenção adequada dos produtos, vale a pena sim comprar com antecedência para fazer a pesquisa de preços com calma e evitar tumulto”, ressalta.

Outra orientação é para que os consumidores evitem a contratação de plano de assistência funerária no Dia de Finados. “É muito comum o consumidor ser abordado por vendedores nessa época. Nós orientamos, no entanto, que as pessoas analisem as propostas em outro momento, leia o contrato cuidadosamente e só contrate o serviço se de fato tiver entendido a proposta”.

O gerente expõe ainda que é comum consumidores procurarem o Procon Goiás nos meses de Fevereiro e Março para realizar o cálculo de desistência do plano e, consequentemente, a devolução de parte do valor pago. “É preciso ler principalmente as cláusulas que estabelecem perdas no caso de desistência. A análise deve ser feita cuidadosamente”, disse.