Do Mais Goiás

Flamengo vence América-RN no Rio e vai à semifinal

Depois de vencer os dois confrontos, rubro-negro avança e enfrenta agora o Atlético-MG

O Flamengo venceu o América-RN na noite desta quarta-feira por 1 a 0 no Maracanã e se classificou às semifinais da Copa do Brasil quando enfrentará o Atlético Mineiro, que no mesmo horário goleou o Corinthians. A partida no Rio de Janeiro foi marcada pela lesão do atacante Alecsandro, que atingiu a cabeça de um adversário e saiu de campo com um aparente afundamento na testa.

O lance aconteceu aos 7 minutos da etapa final. Alecsandro subiu para disputar uma bola na área e acabou acertando a cabeça do zagueiro Cleber. Com o choque, o atacante ficou com uma marca aparentando afundamento logo acima do olho direito e foi substituído no mesmo instante. Ele saiu de campo caminhando e foi levado para realizar exames.

O JOGO
A classificação do time rubro-negro acabou sendo mais difícil do que se imaginava. E isso que, na zona da degola na Série B, o América foi para a partida sem poder contar com nada menos do que 22 atletas do seu elenco – onze estavam lesionados, dez não estavam inscritos e um não podia atuar por pertencer ao Fla. Mesmo assim, o jogo foi duro.

Tanto foi complicado que, nos primeiros 45 minutos, o Flamengo, a rigor, não teve uma única chance de gol. E isso porque o time potiguar soube anular as principais jogadas dos cariocas. Everton, aberto pela esquerda, não conseguiu fazer jogadas de linha de fundo. Eduardo da Silva, do outro lado, quase não tocou na bola. E Alecsandro, nas poucas vezes em que foi acionado, sucumbiu à marcação de Cleber.

Mas a eficiência defensiva do América contrastava com a inoperância na frente. Talvez pelo excesso de desfalques, o time não conseguia acertar nas trocas de passe nas jogadas próximas à grande área – e elas até que não foram poucas, graças a bons contragolpes puxados por Walber pelo lado direito.

O jogo, porém, mudou no segundo tempo. O Flamengo avançou suas linhas, aumentou o apoio pelos lados com Leo Moura e João Paulo e foi para cima do América. Antes dos 5, o time chegou duas vezes com perigo, com Alecsandro e Everton.

Aos 7, aconteceu o lance com Alecsandro, e a partida ficou paralisada por três minutos. Quando o jogo foi retomado, o Flamengo seguiu na pressão. E acabou abrindo o marcador aos 19, quando Gabriel, o mesmo que havia marcado na vitória do jogo de ida, apanhou sobra de bola no meio da área e chutou no meio do gol.

Depois disso, o time rubro-negro apenas administrou. Redobrou o cuidado defensivo, mas não abdicou de atacar em contragolpes. O América, por sua vez, aumentou sua presença no campo de ataque, mas teve poucas chances de igualar o marcador.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 1 X 0 AMÉRICA-RN

GOLS – Gabriel, aos 19 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO – Elmo Alves Resende Cunha (GO).
CARTÃO AMARELO – Cleber (América-RN); Canteros, Everton e Marcelo (Flamengo).
CARTÃO VERMELHO – Lázaro e Marcelo.
RENDA – R$ 1.688.237,50.
PÚBLICO – 37.760 pagantes (42.406 presentes).
LOCAL – Estádio do Maracanã (RJ).

FLAMENGO – Paulo Victor; Léo Moura, Marcelo, Samir e João Paulo; Cáceres, Canteros, Márcio Araújo (Gabriel) e Everton; Eduardo da Silva (Nixon) e Alecsandro (Muralha). Técnico – Vanderlei Luxemburgo.

AMÉRICA-RN – Andrey; Walber, Cleber, Edson Rocha e Thiago Cristian; Lázaro, Judson, Andrezinho (Rivaldo) e Jeferson (Rodrigo Pimpão); Isac e Paulinho. Técnico – Roberto Fernandes.