Trânsito

Flagrante de embriaguez ao volante cresce 33,4% em Goiânia

Segundo forças policiais que atuam no trânsito estadual, número se refere a registros coletados no primeiro semestre de 2019 e comparação com o mesmo período de 2018


Fábio Alves
Do Mais Goiás | Em: 09/08/2019 às 11:55:11

Foram registrados 450 casos de motoristas embriagados nos primeiros seis meses em Goiânia (Foto: Reprodução)
Foram registrados 450 casos de motoristas embriagados nos primeiros seis meses em Goiânia (Foto: Reprodução)

Dados coletados pela Polícia Rodoviária Federal e pela Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito revelam que um aumento de 33,4% no número  de motoristas flagrados alcoolizados em Goiânia nos primeiros seis meses de 2019. Em relação ao mesmo período de 2018, o percentual representa 150 casos adicionais. No Estado, os registros também cresceram: 12,86%. Os dados foram divulgados nessa sexta-feira (9) pelas duas corporações.

Para a delegada Nilda Andrade, da Dict, os registros cresceram pelo aumento da fiscalização e pela falta de consciência dos condutores goianos. “Acaba que o motorista pensa que não haverá fiscalização e age com irresponsabilidade”, analisa a delegada.

De janeiro a julho de 2019, foram 450 motoristas embriagados flagrados em Goiânia e outros 2.224 em Goiás. No mesmo período de 2018, 300 foram surpreendidos na capital e 1.938 no Estado. Não há dados registrados pela delegacia do número de acidentes e mortes envolvendo motoristas embriagados.

Dirigir embriagado é uma das mais rígidas penalidades das infrações previstas pelo Código de Trânsito. O valor da multa é de R$2.934,70. O condutor infrator ainda pode ser penalizado com a perda do direito de dirigir.