Do Mais Goiás

Fiscalização flagra mais de 100 festas clandestinas em Goiânia no fim de semana

Foram 109 festas que ocorriam de forma irregular, com 78 delas em residências da capital

Foto: SMS

Durante ação realizada no último final de semana, a Central de Fiscalização da Covid-19, grupo formado por guardas civis, policiais militares e agentes da Prefeitura de Goiânia, flagrou 109 festas clandestinas que ocorriam na capital. Dessas 109, eram 78 em casas e 31 em outros locais (como boates e casas de festas). Em todas havia aglomerações e violação às medidas de segurança contra o coronavírus.

O grupo realizou 208 ações de fiscalização entre o dia 16 ao dia 18 de abril, o que resultou em 91 autuações que abrangem, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), festas clandestinas, festas em residências, pessoas sem máscara e operações diurnas da Polícia Militar (PM). Além das autuações, a Central da Covid-19 também realizou 43 intimações e 11 interdições.

A SMS informou que as ações “se deram em situações de aglomeração que chegaram à central por meio de denúncias feitas pelo aplicativo Prefeitura 24 horas”. Contudo, a pasta afirmou que o que mais chamou a atenção foi o número de festas identificadas pela Central.

Cerca de 150 auditores fiscais e guardas civis metropolitanos trabalham diariamente para coibir irregularidades. Somente no mês de março, segundo a prefeitura, foram feitas pelo menos 7.9 mil abordagens, com 142 notificações, 128 autuações e 448 fechamentos.