Do Mais Goiás

Fiscalização eletrônica do Corredor Universitário começou nesta segunda-feira

Avenida T-63 será a próxima a receber o monitoramento

A fiscalização eletrônica instalada na Avenida Universitária, em Goiânia, começou a funcionar nesta segunda-feira (2). Até o final da próxima semana os equipamentos devem ser instalados na Avenida T-63.

Segundo Fernando Santana, titular da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT), os fotossensores monitoram excesso de velocidade, avanço de sinal vermelho, de faixa de pedestre, de corredor exclusivo de ônibus, além de conversões proibidas. “Com a instalação desses equipamentos teremos informações sobre todos os veículos que passam pelo corredor, bem como o número de automóveis”, afirma.

Entre a Praça Cívica e a Praça da Bíblia foram instalados 21 equipamentos que monitoram 57 faixas. Atualmente, somando os equipamentos da Avenida Universitária, Avenida 85 e Marginal Botafogo, são 47 fotossensores que fiscalizam 105 faixas em toda a capital.

Fernando explicou ainda que quando todos os equipamentos estiverem instalados será possível identificar veículos com IPVA vencido e até veículos roubados.

Por ser um local onde ocorrem muitas irregularidades, a fiscalização no Corredor Universitário vai contar com câmeras de videomonitoramento, como as do Parque Vaca Brava. De acordo com o secretário da SMT, as câmeras já vão entrar em funcionamento na primeira quinzena de outubro.

“As câmeras de videomonitoramento têm dado um resultado muito positivo. Antes da instalação no Parque Vaca Brava, eram registradas 26 infrações por dia. Hoje, são registradas menos de 30”, afirmou Fernando. Ele disse ainda que já estão sendo instalados câmeras em Campinas, no Aeroporto de Goiânia e na Região da 44.

O secretário informou ainda que desde o início das fiscalizações, no dia 31 de agosto, até o dia 26 de setembro foram registrados 28 mil infrações. Sendo 18 mil infrações por excesso de velocidades, 12 mil e quinhentas aconteceram apenas na Marginal Botafogo.

*Juliana França é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lôbo