Regras

Fiscalização de bagagem de mão começa nesta quarta-feira (24) no Aeroporto Santa Genoveva

Durante 19 dias, Abear vai orientar passageiros sobre os limites permitidos. Depois disso, viajante poderá ser barrado na área de embarque


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 23/04/2019 às 14:38:57

(Foto: André Coelho | Agência O Globo)
(Foto: André Coelho | Agência O Globo)

Nesta quarta-feira (24) a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) dará início no Aeroporto de Goiânia, o Santa Genoveva, e em outros 14 aeroportos nacionais, uma fiscalização educativa para orientar os passageiros sobre a utilização da bagagem de mão, de acordo com as regras em vigor.

A campanha vai até o dia 12 de maio. A partir de 13 de maio, os viajantes em desacordo com as normas poderão ser barrados. Caso a bagagem ultrapasse as medidas, o passageiro terá de ser despachar a mala e pagar pelo peso excedente.

De acordo com a Abear, a intenção das novas regras é agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque, evitando atrasos.

Normas

Segundo o Procon Goiás, cada companhia aérea possui exigências específicas em relação às dimensões e ao peso das malas, conforme resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Portanto, antes das viagens é preciso consultar as exigências de cada empresa para evitar transtornos.

Medidas

As quatro maiores companhias aéreas do Brasil (Avianca, Azul, Gol e Latam) seguem as recomendações da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, em Inglês) para bagagens de mão: 55 centímetros de altura x 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade.

Além da bagagem de mão, algumas companhias aéreas permitem que o passageiro também leve gratuitamente um item pessoal, como uma bolsa pequena, mochila para notebook, entre outros. (com informações do Procon Goiás e da Abear)

*Atualizada às 17h45