Fiscalização apreende 55 botijões em operação contra gás clandestino em Goiânia

Os botijões estavam estocados de forma irregular, caracterizando a revenda ilegal

Famílias carentes de Senador Canedo recebem Vale Gás
Famílias carentes de Senador Canedo recebem Vale Gás (Foto ilustrativa: Reprodução/Agência Brasil)

Uma operação da Polícia Civil cumpriu dois mandados de busca e apreensão contra locais suspeitos de comercializarem botijões de gás de forma clandestina, nesta terça-feira (13), na cidade de Goiânia. No primeiro estabelecimento, no Residencial Buena Vista I, foram apreendidos 16 botijões. Já no segundo, situado no Setor Santa Fé I, os agentes apreenderam outros 39, totalizando 55 vasilhames.

De acordo com a polícia, a investigação começou há dois meses, após o compartilhamento de informações com a Agência Nacional do Petróleo (ANP). A chamada Operação Crepitus, visa interromper a distribuição e revenda de produtos derivados de petróleo, gás natural e demais combustíveis líquidos carburantes, em estabelecimentos que não possuem a autorização necessária.

Os agentes tiveram apoio de especialistas de regulação da ANP e peritos da superintendência da Polícia Técnico-Científica. Ficou constatado que os locais visitados desrespeitavam normas estabelecidas pela Lei 8.176/91, como inadequação no depósito e inexistência da autorização de funcionamento do Órgão competente.

Os suspeitos de realizarem a comercialização clandestina foram intimados a prestar esclarecimentos na delegacia. Segundo a corporação, a pena para este tipo de crime prevê detenção de um à cinco anos.