Do Mais Goiás

Fiscais visitam óticas de Goiânia que tentam convencer idosos a pegar empréstimo

Até às 11h de hoje, Operação Olho Vivo havia visitado 11 óticas localizadas no Centro de Goiânia

Foto: Procon Goiás

O Procon Goiás deflagrou, nesta terça-feira (25), uma operação com o objetivo de fiscalizar o cumprimento de direitos do consumidor em óticas de Goiânia. A Operação Olho Vivo, segundo o órgão, surgiu de denúncias de idosos que estariam sendo abordados por funcionários das óticas e convencidos a obter empréstimos para comprar os produtos oferecidos.

Entre os pontos verificados pelos fiscais estão a devida exposição de preços, prática de promoções e a correta emissão de nota fiscal. O órgão também fiscaliza se as óticas possuem exemplares do CDC à disposição dos clientes, além do número do Disque-Denúncia do Procon Goiás (151) exposto em local visível

De acordo com o Procon, a operação aconteceu após o recebimento de denúncias de idosos que têm sido “insistentemente abordados em vias públicas por funcionários desses comércios” que oferecem serviços gratuitos, tais quais limpeza de lentes e exames de vista, com o objetivo de convencê-los a contrair empréstimos com financeiras para adquirir os itens.

Até às 11h de hoje, a Operação Olho Vivo havia visitado 11 óticas localizadas no Centro de Goiânia. A ação ocorre até o fim do dia e pode se estender por outros dias a depender dos tipos de infrações que os fiscais encontrarem. O balanço com a quantidade de autuações no primeiro dia deve ser divulgado ainda hoje.