Francisco Costa
Do Mais Goiás

Fiscais interditam bares em Aparecida e multam pessoas sem máscara

Fiscalização também apreendeu carros de som e localizou homem com porção de drogas

Fiscais interditam bares em Aparecida e multam pessoas sem máscara
Fiscais interditam bares em Aparecida e multam pessoas sem máscara (Foto: Rodrigo Estrela)

Fiscais Aparecida de Goiânia interditaram, na noite de sexta (2) um bar na Vila Maria, em Aparecida de Goiânia, com aglomeração de 35 pessoas, mesmo diante do decreto de escalonamento e restrição por causa do período de pandemia da Covid-19. Destas, 28 estavam sem máscara. A ação fez parte de uma operação de fiscalização com intuito de coibir a realização de festas clandestinas, uso de som automotivo e outras irregularidades.

Cada pessoa sem máscara recebeu uma multa de R$ 111 e o estabelecimento, que estava com a documentação irregular, foi interditado e multado. Um carro de som automotivo que estava no local foi apreendido pela Secretaria de Meio Ambiente (Semma) e levado para o pátio de apreensão.

Outro carro de som, que passava pela rua, foi abordado e o indivíduo, com várias passagens pela polícia e que estava com uma porção de drogas, foi encaminhado com a companheira para a delegacia.

Denúncia

Um outro bar que funcionava como casa de shows e swing também foi interditado no Jardim Mont Serrat, após denúncia. Os fiscais encontraram 20 pessoas, sendo que 16 delas estava sem máscara e foram multadas, também, em R$ 111.

O estabelecimento também estava com a documentação irregular. “Nossas equipes de fiscalização estão empenhadas em verificar o cumprimento das portarias, que determinam o cumprimento de medidas sanitárias, mas também coibir atos ilícitos, como festas clandestinas, superlotação em estabelecimentos de bebidas, funcionamento irregular de comércios e outras irregularidades”, disse a coordenadora de arrecadação da Secretaria da Fazenda, Ludimilla Carvalho.

Ainda na noite de sexta, outros cinco estabelecimentos foram fechados por funcionar fora do horário permitido em demais bairros da cidade. Destaca-se, a operação conjunta foi realizada por fiscais das secretarias da Fazenda, Meio Ambiente (Semma), Planejamento e Regulação Urbana, agentes de Vigilância Sanitária e Guarda Civil Municipal (GCM).

Funcionamento

O isolamento social por escalonamento divide a cidade em 10 macrozonas. De segunda a sexta-feira, quatro macrozonas ficam com o comércio fechado. No sábado, a cidade toda fecha às 13h. O domingo é dia de fechamento total de todo o município.

Na segunda-feira, fecham as macrozonas: Vila Brasília, Buriti Sereno, Alto Paraíso e Cidade Livre. Terça-feira, fecham as macrozonas: Vila Brasília, Garavelo, Alto Paraíso e Zona da Mata. Quarta-feira é a vez das macrozonas do Garavelo, Centro, Zona da Mata e Expansul. Na quinta-feira ficam fechadas as macrozonas do Centro, Santa Luzia, Expansul e Papillon. Sexta-feira fecha as macrozonas do Santa Luzia, Buriti Sereno, Papillon e Cidade Livre. Todas as macrozonas fecham no sábado das 13h e no domingo o dia todo.

Durante a semana, distribuidoras de bebidas devem fechar às 22h e bares e restaurantes às 23h. Já no sábado e domingo esses estabelecimentos devem ficar fechados.