VAMOS NOS PROGRAMAR

Fim do mundo: Teoria Maia sugere apocalipse dia 21 de junho

Suposto cientista afirma que, seguindo o calendário Juliano, nós estamos em 2012, que era o ano previsto para o apocalipse


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 17/06/2020 às 13:39:45

Teoria de suposto cientista afirma que, seguindo o calendário Juliano, nós estamos em 2012, que era o ano previsto para o fim do mundo (Foto: Reprodução/BBC)
Teoria de suposto cientista afirma que, seguindo o calendário Juliano, nós estamos em 2012, que era o ano previsto para o fim do mundo (Foto: Reprodução/BBC)

Será que é dessa vez? Não foi em 2012, mas uma nova interpretação do calendário Maia aponta que o fim do mundo ocorrerá na verdade no próximo domingo, 21 de junho. Segundo a teoria, houve anteriormente um erro na leitura do calendário.

Segundo o tabloide britânico The Sun, um suposto cientista chamado Paolo Tagaloguin publicou no Twitter que “seguindo o calendário Juliano, nós, tecnicamente, estamos em 2012”.

“O número de dias perdidos por ano por causa da mudança para o calendário Gregoriano (o que usamos hoje) é de 11 dias. Usando o calendário Gregoriano por 268 anos (1752-2020) vezes 11 dias = 2.948 dias; 2948 dias/365 dias (por ano) = 8 anos”, dizia a publicação.

A publicação e a própria conta atribuída ao suposto cientista que comentou sobre o fim do mundo foram apagadas.

Contudo, segundo o Correio Braziliense, não há embasamento algum para a afirmação. “A mudança para o calendário Gregoriano resultou, sim, na perda de 11 dias. Mas isso aconteceu apenas uma vez, e não todos os anos”, lê-se na publicação.

Além disso, o novo calendário foi instituído em 1582, e não em 1752, como sugere a publicação. Ou seja, caso houvesse mesmo a perda de 11 dias por ano, estaríamos 13 anos “atrasados” para o fim do mundo, e não 8.

Segundo historiadores, a data de 21 de dezembro de 2012 — que era a data “oficial” do fim do mundo — representava uma mudança de ciclo no calendário Maia, e não necessariamente o apocalipse.

O site Wikipédia possui uma lista de datas previstas, por indivíduos ou grupos, para eventos que resultariam na extinção da humanidade, no colapso da civilização, na destruição do planeta ou até do universo inteiro. O ano de 2020 está listado como o ano que a médium e astróloga Jeane Dixon afirmou que o Armagedom aconteceria. “Jesus retornará entre 2020 e 2037 para derrotar a trindade maligna composta pelo Anticristo, Satã e o Falso Profeta”, afirma.

O dia 23 de setembro de 2019 também era uma das datas previstas para o fim do mundo, segundo a teoria Nibiru. A teoria dizia que um planeta colidiria com a Terra dando início ao apocalipse.