Do Mais Goiás

Filme brasileiro ‘A Nuvem Rosa’ é selecionado para Festival de Miami

Escrito e dirigido por Iule Gerbase, o longa-metragem concorre no "38º Miami Film Festival", como um dos filmes mais promissores da temporada

a nuvem rosa festival de miami
A Nuvem Rosa (Foto: Reprodução)

Após ser exibido e receber várias críticas positivas no Festival de Sundance, um dos eventos cinematográficos mais importantes do mundo, o longa-metragem brasileiro “A Nuvem Rosa“, da diretora Iuli Gerbase, conquista mais um grande feito. A obra foi selecionada para o 38º Miami Film Festival, concorrendo na categoria “Jordan Ressler First Feature Award“, como um dos longas mais promissores da temporada.

O filme será exibido entre os dias 6 e 7 de março, dentro da programação do evento, dividindo espaço com outras 11 produções na categoria, vindas de países como Rússia e Romênia. O prêmio é destinado aos cineastas estreantes, contando com 10 mil dólares para os vencedores.

“A Nuvem Rosa” tem enorme chance de trazer o prêmio para o Brasil, considerando os elogios que vem recebendo mundo afora. A revista britânica “Screen International” classificou o longa como “Perspicaz e silenciosamente perturbador. Poderosamente imaginativo“.

Já o site “Indiewire“, que é focado no cinema independente, fez bons elogios para a diretora da produção: “Gerbase concebeu um incidente instigante fascinante e oportuno para seu filme

O site “Little White Lies“, que também abre espaço para o cinema independente, classifica “A Nuvem Rosa” como uma obra confiante e segura, já que aborda temas que lidam com um drama interno fechado e “um enigma metafísico expansivo”.

O filme foi escrito antes da pandemia e é quase uma premonição, já que conta a história de uma nuvem tóxica que acaba obrigando as pessoas a se isolarem em casa. O acontecimento acaba desencadeando vários conflitos vividos pelos personagens principais. Sem dúvida, um forte concorrente para o Miami Film Festival.

Um pouco sobre a história

Cena do filme “A Nuvem Rosa” (Foto: Reprodução)

No filme acompanhamos Giovana (Renata de Lélis), que está presa em um apartamento com Yago (Eduardo Mendonça), um cara que havia recém conhecido em uma festa. Enquanto esperam a nuvem passar, eles precisam viver como um casal. Ao longo dos anos, Yago vive sua própria utopia, enquanto Giovana sente-se cada vez mais aprisionada.

“A Nuvem Rosa” é o primeiro longa-metragem da diretora, que já assinou seis curtas-metragens selecionados para diversos festivais internacionais como TIFF e Havana Film Festival. Clique aqui e veja o trailer.