Influenza A

Filas persistem no segundo dia de vacinação contra H1N1, em Goiânia

Centro de Vacinação Municipal é onde mais se vacinam pessoas na capital; no primeiro dia, 3 mil pessoas foram imunizadas no local


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 16/04/2018 às 15:10:23

Idosos e profissionais da saúde formaram imensa fila para imunização (Foto: João Paulo Alexandre/ Mais Goiás)
Idosos e profissionais da saúde formaram imensa fila para imunização (Foto: João Paulo Alexandre/ Mais Goiás)

Segundo dia de vacinação na rede pública de saúde começou com muitas filas no Centro de Vacinação Municipal de Goiânia. Logo cedo foi possível visualizar uma fila que dava volta no quarteirão que fica a unidade. A vacinação gratuita está sendo distribuída, primeiramente, aos idosos, pessoas com doenças crônicas e trabalhadores da área da saúde.

Segundo a recepcionista Jaqueline Campo Belo, de 35 anos, ela chegou no local às 8h30 e achou que o atendimento estava mais organizado que na sexta-feira (13). Ela relata que vários colegas de trabalho vieram na unidade se imunizarem, mas tiveram que voltar para trás devido a quantidade de pessoas que estavam no local. “Estamos com medo da doença e onde trabalhamos estão liberando normalmente para virmos nos vacinar, mas sexta estava impossível realizar isso aqui. A fila está grande, mas anda com mais rapidez”, destaca.

Aposentada, Sandra Magalhães, de 58 anos, conta que teve que ir nesta segunda-feira (16) no CVM pois precisava de um laudo para comprovar aos profissionais. Portadora de artrite reumatoide, a mulher disse que estava preparada para enfrentar a fila. “Foi a única solução vista pelo governo de antecipar essa vacinação. Para melhor, só precisava abrir aos finais de semana que não ficaria esse tumulto ou essa fila gigantesca aqui e em outros lugares”, sugere.

Nem postos particulares  ou assistenciais fugiram das filas nesta segunda-feira. Na Caixa de Assistências do Advogados (Casag), a vacinação seria disponibilizada às 9 horas da manhã, mas às 7 horas já contava com diversos profissionais para se imunizarem. No local, 500 pessoas serão o limite para serem vacinadas por dia.

Foto: Casag

Primeiro dia 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em um dia, foram aplicadas 47.893 doses da vacina com a Influenza A H1N1. Somente no CVM, 3 mil pessoas foram imunizadas pela vacina que também protege do subtipo H3N2 e Influenza B.

Já a Secretaria Estadual de Saúde (SES)  informou que ainda não há dados sobre a quantidade de pessoas que foram imunizados no Estado. A pasta estadual informa que essas informações estão disponíveis após o próximo dia 23.