Adeus, Série B

Figueirense ganha, respira aliviado e complica Vitória

Contando com dois gols do atacante Pablo, o Figueirense chegou aos 46 pontos, ficando livre matematicamente do risco de rebaixamento




O Figueirense está finalmente livre de qualquer ameaça de rebaixamento no Brasileirão. Ao ganhar do Vitória por 2 a 0, neste domingo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, o time catarinense não corre mais risco de cair. Além disso, deixa o adversário baiano em situação ainda mais complicada na luta contra a queda para a segunda divisão.

Contando com dois gols do atacante Pablo, o Figueirense chegou aos 46 pontos, ficando livre matematicamente do risco de rebaixamento. O Vitória, por sua vez, segue com 38 pontos e precisará ganhar nas duas últimas rodadas do campeonato para evitar a queda.

Apoiado pela torcida em busca da vitória que o faria respirar aliviado, o Figueirense começou o jogo atacante. Com a marcação mais adiantada, o time forçou o Vitória ao erro e criou oportunidades. Assim, o primeiro gol saiu aos 16 minutos, em cobrança de falta de Marco Antônio que Pablo desviou de cabeça, encobrindo o goleiro Gatito Fernández.

Mesmo em vantagem, o time da casa não diminuiu o ritmo. Já o Vitória começou a se acertar em campo, oferecendo as primeiras jogadas de perigo para o goleiro. Aos 34 minutos, por exemplo, um passe errado na defesa do Figueirense deixou Nino com a bola, mas Tiago Volpi fez a difícil defesa e mandou para escanteio.

Os técnicos mantiveram os times para o segundo tempo. Assim, o jogo pouco mudou. O Vitória persistia nos erros, enquanto o Figueirense aproveitava para atacar com Pablo. Aos 13 minutos, ele marcou seu segundo gol na partida. Em novo cruzamento, Marcão chutou para o goleiro Gatito Fernández rebater, deixando a bola aos pés do artilheiro do jogo.

Perdendo por 2 a 0, o Vitória começou a mexer para tentar buscar um improvável empate. O técnico Ney Franco colocou mais dois atacantes em campo. Mas o time teve pouca oportunidade para atacar, já que tinha que continuar de olho na defesa com as investidas de Pablo, que fez grande partida. Feliz da vida, a torcida do Figueirense terminou o jogo gritando “olé”.

FICHA TÉCNICA:
FIGUEIRENSE 2 X 0 VITÓRIA

GOLS – Pablo, aos 16 minutos do primeiro tempo e aos 13 do segundo tempo.
ÁRBITRO – Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).
CARTÕES AMARELOS – Marco Antônio e Paulo Roberto (Figueirense); Vinicius, Edno e Willian Henrique (Vitória).
RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.
LOCAL – Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

FIGUEIRENSE – Tiago Volpi; Jefferson (Willian Cordeiro), Thiago Heleno, Nirley e Marquinhos Pedroso; Dener, França (Paulo Roberto), Marco Antônio e Felipe (Giovanni Augusto); Pablo e Marcão. Técnico: Argel Fucks.

VITÓRIA – Gatito Fernández; Nino, Roger Carvalho, Kadu e Mansur (Juan); Richarlyson, Cáceres, Escudero (Willian Henrique) e Marcinho (Edno); Vinícius e Dinei. Técnico: Ney Franco.