Luto em Cuba

Fidel Castro, ex-presidente de Cuba, morre aos 90 anos

Líder da Revolução Cubana e ditador da ilha faleceu na noite de sexta-feira, em Havana




O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, morreu à 1h29 (hora de Brasília) deste sábado (26), aos 90 anos, na capital Havana. A informação foi divulgada pelo seu irmão Raúl Castro em pronunciamento na TV estatal cubana.

“Com profunda dor compareço para informar ao nosso povo, aos amigos da nossa América e do mundo que hoje, 25 de novembro do 2016, às 22h29, faleceu o comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruz”, disse Raúl Castro.

“Em cumprimento da vontade expressa do companheiro Fidel, seus restos serão cremados nas primeiras horas” deste sábado, prosseguiu o irmão.

Segundo Raúl, o corpo de Fidel será cremado ainda hoje, sábado, em Havana. As cinzas serão enterradas em 4 de dezembro, na cidade de Santiago de Cuba, após percorrerem o país numa caravana de 4 dias.

Figura lendária do século XX, Fidel Castro se projeto uao mundo a partir da pequena ilha de Cuba, onde exerceu o poder absoluto, que passou ao irmão, Raúl Castro, em 31 de julho de 2006, quando sofreu uma grave enfermidade instestinal.

Em fevereiro de 2008, Castro renunciou definitivamente à presidência de Cuba e quase três anos depois, em abril de 2011, se desligou definitivamente da liderança do Partido Comunista (único).

A doença e a transferência de poder para o irmão mais novo marcaram uma nova fase em Cuba, com a perspectiva de abertura econômica, após 49 da revolução que colocou Fidel Castro no poder, em 1959.