Celebridades

Fernanda Lima explica processo contra Eduardo Costa: ‘inibir agressões’

Segundo a apresentadora do 'Amor e Sexo', o pedido de desculpas do sertanejo veio após as medidas jurídicas e isso mostraria que ele não se arrepende do que fez


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo

Do Estadao Conteúdo | Em: 16/12/2018 às 09:48:19


(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A apresentadora Fernanda Lima usou seu perfil no Instagram na sexta-feira, 14, para fazer um esclarecimento a respeito do processo que está movendo contra o cantor Eduardo Costa. Ela também atribuiu a situação à qual vem passando ao machismo presente na sociedade.

“Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e à minha família. Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futuras. E assim o fiz.”

Segundo Fernanda, as desculpas dadas por Eduardo Costa teriam sido feitas após ela já ter autorizado o processo, “deixando claro que não se arrepende do que disse, e sim da forma como disse.”

A apresentadora ainda relatou que tem recebido mensagens de ódio por parte dos fãs do sertanejo: “Ontem mesmo minha assessoria recebeu telefonema de um fã dele me ameaçando.”

Fernanda Lima afirmou “não entender” as desculpas dadas por Eduardo e demonstrou não estar convencida de que sejam reais. “Além disso, um pedido de desculpa verdadeiro pode até ser louvável, mas ele não repara o mal que fez à vítima”, complementou.

“Faz parte do machismo estrutural transformar a vítima em ré. Era justamente esse o assunto do meu programa Amor & Sexo que tanto indignou o meu agressor.”

A apresentadora também aproveitou o espaço para desmentir notícias publicadas na imprensa de que teria ficado “possessa” ao saber da entrevista de Eduardo Costa a Pedro Bial e de que teria tentado impedir que o cantor fizesse parte de outros programas na emissora.

“Não tenho ingerência sobre a escolha dos convidados dos programas da emissora – com exceção do Amor & Sexo”, afirmou, antes de concluir ressaltando sobre “como é importante falarmos e sabotarmos essa engrenagem machista”.

Entenda o caso

A confusão entre os dois começou após a apresentadora fazer um discurso incisivo sobre o conservadorismo durante o Amor & Sexo que foi ao ar em 6 de novembro.

Na ocasião, Fernanda foi chamada de “imbecil” (entre outras ofensas) por Eduardo Costa, que também afirmou, por meio de seu perfil no Instagram: “a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está”.

Posteriormente, o cantor voltou atrás e pediu desculpas. No dia 30 de novembro, Costa foi entrevistado pelo Conversa com Bial, da Globo, mesma emissora em que Fernanda trabalha, e pediu desculpas por meio de um vídeo.