Do Mais Goiás

Fenaj e Sindjor repudiam ataques bolsonaristas à conta do Mais Goiás no Instagram

Ataques foram coordenados e feitos após publicação de artigo sobre as manifestações de 7 de setembro

Fenaj e Sindjor repudiam ataques bolsonaristas à conta do Mais Goiás no Instagram
Arte: Niame Loiola - Mais Goiás

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e o Sindicato dos Jornalistas de Goiás (Sindjor) publicaram uma nota repudiando o ataque que derrubou a conta do Instagram do Mais Goiás no último domingo (12). As entidades ressaltaram que os ataques foram coordenados por contas de redes sociais bolsonaristas e que a liberdade de expressão é um dos pilares da democracia.

“O Sindjor e a Fenaj ressaltam que a liberdade de imprensa é um dos pilares da democracia e que ataques contra opiniões contrárias somente revelam uma tendência autoritária”, disse a nota. Confia o texto na íntegra no final da matéria.

A conta do Mais Goiás no Instagram foi atacada depois que um artigo escrito pelo jornalista Pablo Kossa foi publicado. O texto, intitulado “Bolsonarismo de ressaca”, analisou as manifestações em defesa de Jair Bolsonaro (sem partido) e o recuo do presidente nos ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF). Os ataques coordenados levaram o Instagram a derrubar a conta do Mais Goiás por 24 horas.

Nota da Fenaj e do Sindjor

“A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e o Sindicato dos Jornalistas de Goiás (Sindjor) repudiam a agressão feita ao veículo Mais Goiás, que teve sua conta do Instagram derrubada, no domingo (12), após ataques coordenados motivados por contas de redes sociais bolsonaristas. O ataque ocorreu após artigo publicado pelo jornalista Pablo Kossa, “Bolsonarismo de ressaca”.

O Sindjor e a Fenaj ressaltam que a liberdade de imprensa é um dos pilares da democracia e que ataques contra opiniões contrárias somente revelam uma tendência autoritária. Desta forma, as entidades se solidarizam com o Mais Goiás e esperam que o veículo de comunicação recupere de forma breve a sua conta.”