Mercado de Trabalho

Feirão do Emprego oferece mais de 300 vagas em Catalão

Vagas serão oferecidas nesta quarta-feira (13), das 8h às 16 h, no Sesc de Catalão. Além das vagas, o sistema realizará diversas oficinas para qualificação profissional

Cidades

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 12/11/2019 às 19:43:48

Feirão do Emprego oferece mais de 300 vagas em Catalão (Foto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil)
Feirão do Emprego oferece mais de 300 vagas em Catalão (Foto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil)

Mais de 300 vagas serão ofertadas no 1º Feirão do Emprego de Catalão. O evento acontecerá nesta quarta-feira (13), das 8h às 16h, no Sesc da cidade, e será aberto para toda a comunidade. Além de vagas, também serão realizadas oficinas e palestras para ajudar os participantes a elaborarem um currículo, como se portar em uma entrevista, processo seletivo, dinâmica de grupo, entre outras dicas.

“Essa mobilização para gerar empregos é importante. Estamos chegando ao final do ano e a maior gratificação para o trabalhador é ter a carteira assinada, uma perspectiva para seu futuro”, pontua Geraldo Vieira Rocha, primeiro vice-presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), um dos coordenadores do evento.

Geraldo ressalta a realização de outras edições do evento em outras cidades, como Goiânia e Aparecida de Goiânia. “Acreditamos que este evento será um marco na geração de empregos aqui em Catalão. A expectativa é fechar com mais de 300 vagas. O diferencial do Feirão é que ele reúne todas as entidades de classe nesse trabalho conjunto na geração destes empregos na cidade”, afirma.

Marcelo Baiocchi, presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, destaca que a instituição visa, não somente oferecer emprego, mas também qualificar o trabalhador para atender as necessidades do mercado de trabalho. O mesmo é ressaltado pelo diretor regional do Sesc e Senac, Leopoldo Veiga Jardim.

“O Sistema S já tem a tradição de ser um mediador entre o trabalhador e o emprego. Com isso, nada mais fazemos do que cumprir o nosso papel, colaborando para uma melhoria no cenário preocupante pelo qual passa o país”, finaliza Leopoldo.