Do Mais Goiás

Prefeitura não deve liberar Feira Hippie nesta sexta (30)

Segundo o presidente da Associação da Feira Hippie, a pressão agora será para liberação na sexta da próxima semana

Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás

Em reunião com a Prefeitura de Goiânia na tarde desta quarta-feira (28), representantes da Feira Hippie solicitaram a liberação do funcionamento da feira na sexta-feira. O secretário municipal de Desenvolvimento e Economia Criativa, Paulo Henrique, prometeu levar a demanda ao prefeito Rogério Cruz (Republicanos). No entanto, a resposta até o momento, de acordo com a Associação da Feira Hippie, é negativa para o dia 30.

Ao Mais Goiás, o presidente da Associação da Feira Hippie, Waldivino da Silva, informou que pediu o funcionamento da feira na sexta-feira, o que não deve ocorrer na desta semana. Conforme o presidente, a expectativa é que a liberação ocorra na sexta-feira da próxima semana. “Não liberou, ficou só sábado e domingo. Mas vamos brigar com unhas e dentes para a liberação na próxima sexta”, disse o presidente.

Porém, ao contrário do que foi informado pela Associação da Feira Hippie, a Prefeitura de Goiânia destacou em nota enviada ao Mais Goiás que não passou “nenhum posicionamento” a respeito do “funcionamento da sexta-feira”.

Conforme o titular da Desenvolvimento e Economia Criativa, Paulo Henrique, todas as demandas dos feirantes, expostas na reunião de hoje, foram coletadas e serão levadas ao prefeito da capital para apreciação.

Veja a nota na íntegra da prefeitura:

 

“A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Economia Criativa (Sedec), esclarece que na reunião realizada nesta quarta-feira (26) com membros da Associação da Feira Hippie o assunto principal foi o decreto 2.580 de 26 de abril de 2021, que instituiu a criação de um grupo de trabalho para discutir as mudanças e alocação das feiras Hippie e da Madrugada para a Praça do Trabalhador, localizada entre a Rua 44, Viela da Rua 44, Avenida Leste Oeste e Avenida Goiás, Setor Norte Ferroviário.

Além da formação do grupo de trabalho que contará com membros da Associação, foi solicitado à Prefeitura que a Feira Hippie funcionasse na sexta-feira. Na ocasião o titular da Sedec, Paulo Henrique, informou que a demanda seria levada ao prefeito Rogério Cruz para ser avaliada juntamente com técnicos do Município.

A Sedec esclarece que não foi passado nenhum posicionamento à Associação da Feira Hippie a respeito do funcionamento na sexta-feira.”