Do Mais Goiás

Feira Hippie voltará a funcionar aos sábados e domingos

Sob pressão de trabalhadores, Paço revoga portaria que alterava funcionamento do polo comercial durante obras na Praça do Trabalhador

Trabalhadores da Feira Hippie cogitam mudança para Aparecida
Feira Hippie antes da pandemia (Foto: reprodução/Internet)

A Feira Hippie voltará a funcionar aos sábados e domingos. Decisão da Prefeitura de Goiânia revoga, nesta sexta-feira (12), a portaria 021/2021, que estabelecia mudança no horário e dias de funcionamento do polo de compras. Ato foi revisto depois que o Mais Goiás noticiou as alterações e feirantes protestaram contra troca do serviço aos domingos pelas sextas-feiras.

O documento será publicado no Diário Oficial do Município nesta sexta. Com isso, a montagem das bancas deverá ser feita após as 20h das sextas-feiras e o funcionamento ocorrer entre as 6h dos sábados e às 15h dos domingos.

Imbróglio

As mudanças vigorariam até que as obras de revitalização da Praça do Trabalhador fossem concluídas. O Paço chegou a informar que as mudanças tinham sido realizadas a partir de diálogos com lideranças dos trabalhadores da feira e dos ambulantes que operam no local.

Por outro lado, trabalhadores afirmaram que a troca dos domingos pelas sextas-feiras nunca foi pauta durante as reuniões conduzidas pela Secretaria de Desenvolvimento e Economia Criativa (Sedec).

Em entrevista ao Mais Goiás, o presidente da Associação dos Feirantes, Waldivino da Silva, disse que houve uma reunião entre os representantes dos feirantes e o titular da mencionada pasta, Carlos Júnior, mas “jamais teríamos aceitado mudança nos dias. Nosso pedido original era de que o trabalho pudesse ser retomado às sextas para que tivéssemos três dias de funcionamento, como antes das obras. Não era para retirarem o domingo”, reforçou.

“Sensibilidade”

Depois do protesto da categoria, o secretário chegou a afirmar ao portal que “não [tinha] como a prefeitura ceder um dia a mais”. Agora, porém, o Paço cedeu, permitindo funcionamento aos sábados e domingos. Segundo Carlos, mudança decorre de “sensibilidade do prefeito Rogério Cruz”.

“Mantivemos um diálogo constante com os feirantes que reviram pedido anterior. Então a Prefeitura atende o pedido deles mais uma vez”, concluiu.