FolhaPress

Fátima Bernardes chora durante entrevista com Mirtes Renata, mãe de Miguel

"Tenha certeza que muitas lágrimas estão se juntando as suas. Você está sendo muito forte", elogiou a apresentadora

Fátima Bernardes
"Tenha certeza que muitas lágrimas estão se juntando as suas. Você está sendo muito forte", disse Fátima Bernardes (Foto: Reprodução)

Na última sexta-feira (5) o programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, trouxe como entrevistada Mirtes Renata Souza, mãe de Miguel, 5, morto após cair do 9ª andar de um prédio de luxo em Recife enquanto estava sob responsabilidade da mulher para quem sua mãe trabalhava como empregada doméstica.

Durante a entrevista, Fátima Bernardes, 57, não conteve as lágrimas enquanto Mirtes falava sobre o caso que chocou o Brasil nesta quinta-feira. “Você está sendo muito forte”, elogiou a apresentadora.

Segundo as investigações, Mirtes havia descido para levar a cadela da família para passear e deixado o filho sob os cuidados da patroa. Depois disso, a criança saiu do apartamento e tomou o elevador desacompanhada.

“Se eu posso te dizer uma coisa é que seu coração fique em paz. Tenha certeza que muitas lágrimas estão se juntando as suas, e muitas orações para que você e a sua família sejam fortes e possam tocar a vida”, afirmou Fátima Bernardes.

O caso de Miguel vem indignando outros famosos além de Fátima Bernardes. A ativista Luisa Mell, 41, está em busca do contato de Mirtes Renata, pois quer ajudar a pagar um advogado. “Meu coração esta despedaçado com esta tragédia”, escreveu em suas redes sociais.

A mãe de Miguel trabalhava na casa de Sari Côrte Real há anos. Côrte cuidava da criança no momento da queda ocorrida na terça-feira (2). Ela foi autuada por homicídio culposo, mas acabou pagando a fiança no valor de R$ 20 mil e agora responde em liberdade.
Mirtes Renata Souza levou o filho ao local de trabalho por não ter com quem deixá-lo -escolas e creches ainda estão fechadas devido à pandemia do novo coronavírus.

Encontro com Fátima

Em janeiro deste ano, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) protocolou uma notícia-crime na Polícia Federal (PF) contra a apresentadora Fátima Bernardes. O motivo seria uma suposta apologia às drogas por parte da apresentadora e da cantora Ludmilla.

Para o político, a global fez apologia ao cultivo, uso e venda de maconha porque, no dia 23 de dezembro de 2019, ela recebeu a funkeira no Encontro. Lá, a artista cantou a nova música de trabalho, chamada Verdinha. No início da música ela canta: “Eu fiz um pé lá no meu quintal. Tô vendendo a grama da verdinha a um real”.