Familiares e amigos de motorista se despedem em velório após erro do IML de Anápolis

Após horas de espera, o corpo do motorista foi exumado e a família pôde realizar o velório.

Cortejo seguiu para o Cemitério Park, onde ocorreu o sepultamento oficial. (Foto: Jonathan Cavalcante/Mais Goiás)

Familiares e amigos de Marcos Antônio de Sousa, 52 anos, se despediram do motorista na tarde desta sexta-feira (17). O velório durou cerca 1h30 na sala de velório da Funerária Anapax, no bairro São Lourenço.

Na quinta-feira (16), Marcos foi sepultado como indigente após liberação equivocada do Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis. 

Após horas de espera, no início da tarde houve a liberação e o corpo do motorista foi exumado. Diante disso, o procedimento e reconhecimento da esposa, a funerária responsável realizou os protocolos para o velório.

“Agora sim nos despedimos dele de uma forma digna”, contou uma familiar em conversa com o Mais Anápolis.

O sepultamento ocorreu por volta das 17h no Cemitério Park, no setor Vila Mariana.

Marcos trabalhava como motorista no grupo Rio Vermelho.

Apuração do ocorrido no IML

Segundo o superintendente adjunto da Polícia Técnico-Científica, Ricardo Matos, haverá apuração do ocorrido no IML de Anápolis para a responsabilização de um ou mais envolvidos.