Cidades

Falsa biomédica é presa em Catalão

Raquel Policena será encaminhada ainda hoje para Goiânia





//

A Polícia Civil prendeu a falsa biomédica Raquel Policena, de 27 anos. A prisão aconteceu na tarde desta quinta-feira na cidade de Catalão.  

A mulher é investigada pela aplicação de produto em Maria José Medrado de Souza Brandão, 39 anos, que morreu no dia 25 do mês passado.

A prisão preventiva da esteticista que se passava por biomédica foi decretada em virtude de uma representação da delegada que investiga o caso, Myrian Vidal, titular do 17º Distrito Policial de Goiânia.

(Foto: Thiago Ferrreira)A prisão da falsa biomédica foi marcada por uma confusão. Após efetuarem a prisão, os dois policiais civis seguiam para Goiânia quando receberam ordem para retornarem a cidade de Catalão. O motivo: Raquel teria que fazer exames de corpo de delito antes de viajar.

Raquel passou por exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Catalão e, logo após uma pequena confusão administrativa, ela foi encaminhada para Goiânia, onde deve ficar presa no 14º Distrito Policial da capital. Ela deve ser ouvida na sexta-feira (14/11).

Durante os depoimentos das vítimas, algumas mulheres disseram que Raquel, mesmo investigada pela morte de Maria José, planejava voltar a realizar os procedimentos, o que motivou o pedido de prisão. “Ela [Raquel] teria dito a algumas mulheres que faria o retoque assim que a poeira abaixasse e que a mídia deixasse de falar do assunto”, disse a delegada responsável pelo caso, Myrian Vidal, ao G1.

Tópicos