HORA DO ADEUS

“Falei para o meu pai que esse não era o combinado”, diz Daniel Vilela

Filho do prefeito licenciado de Goiânia, morto na quarta-feira, chegou por volta das 7h40 para velório do pai em Jataí


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 14/01/2021 às 08:03:50

Daniel Vilela, ao chegar para o velório do pai, Maguito Vilela, em Jataí, na manhã desta quinta (Foto: James Mateus)
Daniel Vilela, ao chegar para o velório do pai, Maguito Vilela, em Jataí, na manhã desta quinta (Foto: James Mateus)

Com lágrimas no rosto e a voz embargada, Daniel Vilela chegou há poucos minutos ao ginásio Vilelão, em Jataí, onde o corpo de seu pai, o prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela, é velado desde 0h50. Daniel disse que, ao se despedir de Maguito, disse que “esse não era o combinado” e que ele tinha certeza de que o pai honraria a tradição de longevidade da família. 

“Ele era muito novo, muito vigoroso, muito forte e queria viver. Meu avô faleceu com 94 anos. Os tios dele, todos próximos dos 100 anos. Então a gente também acreditou que ele chegaria próximo aos 100 anos. Quando eu me despedi dele, eu disse: ‘pai, esse não era o combinado. O senhor tinha que ter chegado na idade do meu avô’. Esse era o meu desejo como filho”, disse Daniel. 

O filho de Maguito afirma que espera que o pai seja lembrado como pessoa simples, humilde e dedicada à vida pública. “Alguém que cumpriu a sua missão com muita retidão, muita decência, muita simplicidade. Vou procurar, dentro da minha condição, seguir os passos dele, tentar ser uma pessoa pelo menos próxima do que ele foi para todos nós”.

Com colaboração de James Mateus, em Jataí.