Aulus Rincon
Do Mais Goiás

Ex-sogro é suspeito de pagar R$ 150 mil por morte de pecuarista em São Miguel

Segundo a PC, advogado intermediou contratações que culminaram no assassinato

O ex-sogro do pecuarista Agno Rainere, de 42 anos, foi preso e apontado como mandante do crime ocorrido no último dia 30 de outubro, em São Miguel do Araguaia. Segundo a Polícia Civil, o motivo seria uma briga por conta de divisão patrimonial da recente separação da vítima com a ex-esposa. Investigações apontam que o suspeito teria encomendado a morte de Agno por R$ 150 mil.

De acordo com a corporação, cinco dos seis suspeitos presos confessaram o crime. Somente um detido negou o homicídio. Nomes e imagens dos autores não foram divulgados. Segundo as apurações, um advogado intermediou a contratação de um ex-agente prisional, que recebeu R$ 80 mil para então acionar um pistoleiro e um motorista; ambos receberam R$ 10 mil.

A Polícia Civil continua as investigação para saber quem mandou matar pecuarista Agno Rainere, em São Miguel do Araguaia (Foto: reprodução)

A Polícia Civil continua as investigação para saber quem mandou matar pecuarista Agno Rainere, em São Miguel do Araguaia (Foto: reprodução)

Até o momento, seis pessoas estão presas. De acordo com a força-tarefa montada para investigar o crime, todos os supostos envolvidos já estão detidos. As informações foram repassadas em coletiva de imprensa, que está sendo realizada pela corporação neste momento.

Aguarde mais informações.