DESONESTIDADE

Ex-secretária de Saúde de Cocalzinho, o pai e a cunhada são condenados por improbidade

A ex-gestora de Cocalzinho e os familiares foram condenados pela Justiça por usarem verba pública em benefício próprio. Ação foi movida pelo MP-GO

Cidades

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 25/09/2019 às 15:59:41

Ex-secretária de Saúde de Cocalzinho, o pai e a cunhada são condenados por improbidade (Foto: Divulgação)
Ex-secretária de Saúde de Cocalzinho, o pai e a cunhada são condenados por improbidade (Foto: Divulgação)

A Justiça condenou, por ato de improbidade, a ex-secretária de Saúde de Cocalzinho de Goiás, Jane Kelly Silva, o pai José Pereira da Silva e a cunhada, Roberta de Oliveira Santana. A ex-gestora e os familiares são acusados de usar verba pública em benefício próprio. A ação civil pública foi movida pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e divulgada nesta quarta-feira (25).

Consta do processo que Jane Kelly alugou o carro da cunhada para supostas viagens a serviço da Secretaria da Saúde, gerando para o Fundo Municipal de Saúde uma despesa de R$ 6.082 sem comprovação dos gastos e dos serviços prestados. O promotor de Justiça Eliseu da Silva Belo disse que Jane “enriqueceu ilicitamente a cunhada”.

O segundo ato de improbidade foi a compra de tecidos para o hospital do município, no valor de R$ 3.208 negociada com o próprio pai, José Pereira. Contudo, os tecidos nunca foram repassados à unidade de saúde.

Durante o processo, houve o bloqueio de bens dos acionados no valor total do prejuízo: R$ 9.290. Ao final, a juíza Ítala Schmidt determinou o ressarcimento integral dos danos. Roberta terá que arcar com R$ 6.082 e o pai de Jane Kelly com R$ 3.208.

A ex-secretária deverá pagar multa civil de duas vezes o valor total do dano, ou seja, R$ 18.580. Jane está proibida de contratar com o poder público por cinco anos. Os três réus foram condenados a pagarem também as despesas processuais.