Do Mais Goiás

Ex-produtor de Cristiano Araújo é morto no Rio de Janeiro

D’Stefany Vaquero Lima foi encontrado pela Polícia Militar caminhando pelo acostamento de uma rodovia no Rio de Janeiro

O produtor D’Stefany Vaquero Lima, de 32 anos, também conhecido como Didi Latino, foi morto a tiros na madrugada de terça-feira (23) em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio. Ele trabalhou com o cantor Cristiano Araújo e a dupla Humberto e Ronaldo.

Didi foi encontrado por uma equipe da Polícia Militar do Rio de Janeiro caminhando pelo acostamento da rodovia Rio-Santos na madrugada de terça-feira. Segundo o depoimento de um dos policiais, registrado em boletim de ocorrência, a vítima estava com a roupa suja de sangue e tinha, aparentemente, quatro ferimentos graves no corpo.

De acordo com o policial, Didi não falava palavras com nexo e, por isso, não soube explicar o que havia acontecido. Ele foi encaminhado ao Hospital Ednardo Mangaratiba, onde passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Didi estava com o passaporte, dois cartões e R$ 500.

Didi Latino era natural de Goiânia e, atualmente, morava em Fortaleza. Muitas amigos deixaram mensagens de luto em redes sociais.