OPERAÇÃO CHORUME

Ex-prefeito de Planaltina de Goiás é preso suspeito de fraude

Ex-secretário, ex-chefe de gabinete e advogados também foram detidos em operação do MP-GO. Cerca de R$ 1,5 mi foram desviados da Prefeitura


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 18/09/2019 às 18:41:53

Operação Chorume do MP-GO com a Polícia Civil prendeu ex-prefeito de Planaltina (Foto: Divulgação/PC)
Operação Chorume do MP-GO com a Polícia Civil prendeu ex-prefeito de Planaltina (Foto: Divulgação/PC)

O ex-prefeito do município de Planaltina de Goiás, David Alves Teixeira Lima (PROS), foi preso durante a Operação Chorume nesta quarta-feira (18). Ele é acusado de integrar uma associação criminosa suspeita de ter atuado na Prefeitura durante o mandato. A associação teria contratado ilegalmente empresas para a prestação de serviços de coleta de lixo e limpeza urbana na cidade e desviado em torno de R$ 1,5 mi da Prefeitura.

De acordo com o Ministério Público de Goiás (MP-GO), todos os mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Também foram presos o ex-secretário de transporte, José Álvaro Benevides, o empresário e ex-chefe de gabinete do prefeito, André Luiz Teixeira Kerber; a procuradora jurídica de Planaltina de Goiás e companheira de André, Anelise de Paula Batista, além de advogados e membros da comissão de licitação que não tiveram os nomes divulgados.

Os mandados foram cumpridos por procuradores do MP com apoio da Polícia Civil (PC). A investigação teve início após promotores constatarem que a suposta associação criminosa envolvia agentes públicos e empresários empenhados no desvio de dinheiro público. Os procuradores do MP apontam a prática de fraudes na celebração de dois contratos entre o município e as empresas Rode Bem Locação de Máquinas e Equipamentos Ltda. e G.J. Construções e Serviços Ltda.

O Mais Goiás fez contato com a Rode Bem, em Barreiras (BA), mas uma funcionária afirmou que, até o momento, a sede da empresa não recebeu agentes da Polícia Civil ou membros do MP. Já a G.J. Construções e Serviços não atendeu às ligações.