GOIÂNIA

Ex-funcionária é presa por exibir arma à supervisora que a demitiu

Vítima disse à Guarda Civil que está com medo e que pediu transferência para São Paulo


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 31/07/2020 às 20:14:36

Print do vídeo enviado pela suspeita à vítima com o revólver na mão (Foto: Reprodução)
Print do vídeo enviado pela suspeita à vítima com o revólver na mão (Foto: Reprodução)

A Guarda Civil Metropolitana de Goiânia prendeu, na noite de quinta-feira, uma mulher suspeita de ameaçar a supervisora de uma loja que a teria feito perder o emprego de vendedora há cerca de um mês. A gota d’água foi um vídeo – gravado com efeito bumerangue, do Instagram – em que a suspeita mostra um revolver calibre .40. O vídeo foi encaminhado à supervisora, que recorreu à Guarda Civil. 

A suspeita foi levada à Central de Flagrantes da Polícia Civil para prestar depoimento e liberada em seguida. Ela deverá responder, em liberdade, por ameaça (artigo 147 do Código Penal) e apologia ao crime (artigo 287), que podem render-lhe até seis anos de prisão. No depoimento, a mulher disse que a arma é de um conhecido, a quem ela pediu emprestada só para gravar o vídeo. 

Mensagem enviada à vítima por Instagram

Mensagem enviada à vítima por SMS

A vítima disse à Guarda Civil hoje mesmo se mudaria para São Paulo e que já havia pedido transferência para a rede de lojas em que trabalha. Ao Mais Goiás, ela disse que a suspeita enviou-lhe mensagem assim que saiu da Central de Flagrantes, dizendo: “nos vemos na audiência ano que vem, princesa”. 

A reportagem também teve acesso a uma mensagem, enviada pela suspeita via Instagram à vítima, em que ela diz: “vai embora de Goiânia, sua castelos. Nós não queremos você aqui em Goiânia”. 

O Mais Goiás conversou rapidamente com a vítima, que não quis dar entrevista.