CHAMA A SIRI

Ex-BBB Diego Alemão paga fiança de R$ 7 mil e deixa a cadeia, em Curitiba

Diego Alemão se envolveu em acidente e desacatou policiais. "Sou do BBB, sou influente, vou acabar com a vida de vocês" disse o ex-BBB


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 20/04/2020 às 11:03:04

Diego Alemão se envolveu em acidente e desacatou policiais.
Diego Alemão se envolveu em acidente e desacatou policiais. "Sou do BBB, sou influente, vou acabar com a vida de vocês" disse o ex-BBB (Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O empresário Diego Gasques, mais conhecido como Diego Alemão, vencedor da sétima edição do BBB, saiu da cadeia no último domingo (19) em Curitiba, após pagar uma fiança de R$ 7 mil. Alemão estava detido desde sábado (18) por desacatar e ameaçar policiais após um acidente de trânsito.

De acordo com a Polícia Civil (PC), além do desacato, Diego Alemão estava dirigindo bêbado, agrediu o motorista do carro em que bateu e se recusou a fazer o teste do bafômetro.

“Sou famoso, sou influente, seus policiais de m****, sei bem a raça à qual vocês pertentem. Sou do BBB, vocês me conhecem, vocês não sabem a m**** que vai dar se vocês me prenderem. Sou influente, vou acabar com a vida de vocês. Vocês não são capazes, se quiserem vão ter que me deter à força, me algemar”, disse Alemão aos policiais, segundo a juíza Fernanda Maria Zerbeto Assis Monteiro.

Segundo a publicação do UOL “o ex-BBB estaria visivelmente alcoolizado, bateu o carro em outro veículo e ficou irritado quando o proprietário do automóvel quis chamar a polícia. Diego Alemão tentou agredir o homem, e até deixou um ferimento na boca dele. Quando os policiais chegaram, ele estava altamente alterado e começou a desacatá-los”.

Além do pagamento da fiança, Diego Alemão terá que comparecer à Justiça bimestralmente e não poderá se ausentar da Comarca onde reside por prazo superior a oito dias, sem autorização judicial.

O caso segue registrado na Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba, que apura no inquérito as infrações de embriaguez ao volante, lesão corporal e desacato.

*Com informações do UOL