Baba, baby

“Eu torci durante anos para que isso acontecesse”, diz Kelly Key sobre cantoras pop no Brasil

Ao Mais Goiás, a cantora, que lançou um hit atrás do outro nos anos 2000, adiantou que lançará música nova até o fim do ano, mas foi misteriosa quanto a datas


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 31/08/2018 às 17:20:06

Kelly Key no Mega Moda Fashion, em Goiânia (Foto: Francisco Silva/AgNews)
Kelly Key no Mega Moda Fashion, em Goiânia (Foto: Francisco Silva/AgNews)

Para Kelly Key, este é o melhor momento para dar segmento à sua carreira de cantora, ao lado de todas as outras popstars que despontam no mercado, como Anitta, Ludmilla e Iza. “Eu torci muito, durante anos, para que isso acontecesse”, disse ela ao Mais Goiás nesta quinta-feira (30). Ao lado delas, ela acredita ter espaço e suporte. “Juntas somos mais fortes”, salientou.

“Tenho 17 anos de carreira e só hoje a gente tem esse movimento de meninas”, continuou a cantora. “Ser sozinha não estava fácil”, afirmou ela, que ganhou fama no início dos anos 2000 com os hits Baba e Cachorrinho e foi pioneira no estilo de pop chiclete que fez de Anitta um ícone.

De uns tempos pra cá, Kelly Key tem ensaiado sua volta aos palcos. A artista disse em entrevistas anteriores que lançaria músicas novas em agosto. Ao Mais Goiás, a conversa mudou. “Ainda não temos data de lançamento. O que eu posso adiantar é que será antes do final do ano”, garantiu.

Ainda misteriosa quanto ao novo projeto, Key disse que será pura e simplesmente pop. “Eu sou pop. Vai ser adulto e adolescente. Não mais infantil”, disse ela relembrando o Festa Kids, de 2012.

“Tenho sempre propostas (de lançar material novo)”, sublinhou. “As pessoas adoram me pedir pra cantar. Não só fora do mercado, como dentro do mercado artístico também. Só que nenhuma proposta chegou perto do que eu gostaria de fazer… Que é o que eu vou fazer agora”, completou Kelly.

Kelly Key no Mega Moda Fashion, em Goiânia (Foto: Francisco Silva/AgNews)

Um novo mercado

Enquanto música nova não sai, Kelly Key tem investido em sua carreira como Youtuber. “Ser cantora dá muito trabalho. A gente tem que trabalhar muito, tem que divulgar música, tem que estar em um monte de lugar ao mesmo tempo. Eu busquei algo que pudesse me dar mais rotina”, revelou ela.

“Com o YouTube tão forte, que é a nova televisão, comecei a criar conteúdos pessoais, coisas minhas e começou a dar certo”, disse. “Foi meio informal, usando como uma rede social, como sempre usei todas as outras. E hoje é meu trabalho”, explicou a artista, que tem mais 800 mil inscritos na plataforma de vídeos e mais de 5 milhões no Instagram.

Vez ou outra a cantora faz revelações em seus vídeos. Recentemente, comentou que não aceitou convites para fazer novelas porque seu marido, Mico Freitas, tem ciúmes. Key também fez um ‘react’ de clipes antigos e detonou figurinos da época.