Debate O Popular

“Eu não minto para o eleitor”, diz Gomide durante debate do O Popular

Durante a sabatina, o candidato Marconi Perillo se sentiu ofendido com algumas colocações do pistista e pediu direito de resposta




//
//

Candidato ao governo de Goiás, Antônio Gomide, participou nesta segunda-feira (15/09) do debate promovido pelo jornal O Popular com quatro candidatos ao pleito estadual. Entre as perguntas e respostas, o governadoriável apresentou suas propostas de melhorias para os setores de educação, saúde, segurança, transporte, esporte e meio ambiente e teceu críticas ao trabalho da atual gestão nos municípios goianos.

O petista deixou claro que quer ser governador para trabalhar junto com prefeitos e prefeitas para melhorar a vida do povo goiano. “Se eleito, traçarei um plano de governo para atender as demandas de cada região. Hoje 96% dos municípios não participam do crescimento de Goiás. Quero mudar essa realidade e desenvolver o Estado para todos”, pontuou.

Gomide reiterou propostas para solucionar a crise vivida pela Celg. Para ele, a situação da empresa hoje é o exemplo claro da falta de planejamento do governo do Estado e de zelo com o dinheiro público. “O governo federal é quem está ajudando a Celg. Vou fazer diferente e não serei governador para vender este patrimônio público, nem a Saneago e nem a Iquego”, disse.

O candidato ainda reafirmou seu compromisso com os professores e com a devolução da titularidade retirada pelo atual governo. “É preciso respeitar o servidor público, seja na segurança, na educação, ou em qualquer setor da administração. Ter diálogo verdadeiro e honrar a confiança dos que trabalham para o povo”, afirmou.

Gomide também destacou críticas a gestão do candidato à reeleição, Marconi Perillo. “Quero dizer a você que hoje tenho condições de andar em Anápolis de cabeça erguida, depois de ter sido eleito duas vezes prefeito. Eu não minto para o eleitor. Hoje eu pego na mão do eleitor para pedir o voto, coisa que você terá muita dificuldade no Estado, para ter essa credibilidade”, disse Gomide durante o debate.

O governador Marconi Perillo (PSDB) se sentiu ofendido com as declarações de Gomide e pediu direito de resposta. Após analisarem, os organizadores o debate atenderam o pedido e concederam o direito de resposta para o candido Marconi. “Estou andando Goiás inteiro com a cabeça erguida, Goiás virou um canteiro de obras. Só em Senador Canedo estamos fazendo duas duplicações. Já fiu a mais de 100 cidades e onde eu chego sou respeitado, porque estou falando e cumprindo”, disse Marconi Perillo.