CONCURSO | ENEM

Estudantes tentam manter rotina de estudos durante isolamento

Analista financeira Nayara Santos conta como é dividir tempo entre faculdade, emprego e sonho de ser funcionária pública


Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 02/04/2020 às 18:24:31

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Por conta do isolamento contra a propagação do novo coronavírus (Covid-19), vestibulandos e concursandos investem tempo no estudo e na dedicação redobrada aos processos seletivos. Nayara Santos, de 20 anos, que atualmente é analista financeira, conta como é revezar o tempo entre a faculdade, o emprego e o sonho de ser funcionária publica.

Nayara, além de trabalhar, cursa Letras e estuda para passar em um concurso público. A concursando disse que muitas coisas mudaram, como a distribuição de tempo por exemplo “antes eu saía muito, procrastinava e não tinha um foco, então quando entrei nesse meio, tive que abrir mão de coisas e até mesmo do meu próprio sono. Antes chegava em casa muito cansada e ia dormir, hoje não, tive que me organizar e montar cronogramas, para conciliar emprego, faculdade e concursos” afirmou.

Apesar de gostar muito do seu cargo atual, a estudante quer passar em concursos para carreiras polícias e para educação “vejo que na área da educação está um pouco ruim de concursos quase não está saindo” explicou.

Nayara também disse que ela reserva um horário para namorada “das 18h ás 22h eu dou atenção para ela”.

Coronavírus

Apesar da pandemia, Nayara vê sempre o lado positivo das coisas. Ela disse essa o coronavírus realmente vai afetar a economia, e que o Brasil não tem uma estrutura pra combater uma pandemia como essa se continuar assim.

Porém se caso adiar os concursos para próximo ano só vai fazer com que os concursandos tenham mais tempo pra estudar e aperfeiçoar cada vez mais, e assim realizar o sonho. “Um exemplo disso é o concurso da prefeitura de Goiânia que estava em cima, agora vamos ter mais tempo agora de estudar” relatou a analista.

Enem

Não só os concursandos estão se dedicando mais aos durante a quarentena. Mariana Francisca de 15 anos, está no primeiro ano do ensino médio, mas vai participar do Exame Nacional do ensino médio (Enem).

Mariana disse que devido á quarentena, está estudando mais. Ela relatou que devido ao isolamento as aulas são online, e que sente dificuldades para entender algumas matérias “sinto saudades das aulas presenciais” afirmou ela.

Outra coisa que a estudante reclamou foi que o irmão mesmo com o covid-19, segue trabalhando, isso tem deixado a família um pouco histérica, segundo ela.

*Laylla Alves é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira