Do Mais Goiás

Estudantes organizam manifestação contra assédios escolares, em Goiânia

A concentração está marcada para as 14h30 no Parque Vaca Brava. As organizadoras pedem que estudantes não usem uniformes

Estudantes de Goiânia realizam uma manifestação contra assédios escolares na tarde da próxima segunda-feira (25), no Parque Vaca Brava, no Setor Bueno. O ato é um desdobramento de ações realizadas por alunas após denunciarem machismo em uma escola da capital.

A concentração está marcada para as 14h30 no Parque Vaca Brava. O objetivo das estudantes, segundo uma das organizadoras que preferiu não se identificar, é mostrar para as meninas que ainda sofrem assédios que elas estão unidas e precisam denunciar

“Queremos mostrar para os donos dos colégios e para servidores que estamos ligadas e que eles não passarão livres mais para fazerem o que querem e aproveitarem dessa admiração, que é o status de professor, para assediarem, constrangerem ou intimidarem as alunas”, explica.

Para a organizadora, alguns pais não sabem o que se passa dentro das instituições e acreditam que as filhas estão seguras. “A maioria das meninas não conseguem denunciar e às vezes nem têm dimensão do que estão vivendo. Se isso for conversado com os pais, eles vão poder acompanhar de perceber que nem sempre o colégio mais caro é o melhor no tratamento dos alunos”, enfatiza.

Os atos contra assédios escolares inciaram após uma postagem do Colégio WR sobre o Dia da Mulher. Após a publicação no perfil do instagram da instituição, uma série de alunas e ex-alunas se manifestaram denunciando casos de machismo dentro da escola.

As organizadoras da manifestação pedem para que as alunas não vistam uniformes para não serem identificadas e não sofrerem represálias. “Vamos usar blusas pretas para deixar claro que o movimento também serve para todas as escolas”, concluí