Caso de polícia

Estrangeiros presos por furto em loja do Aeroporto de Goiânia

Peruana e argentino foram reconhecidos no momento em que tentavam levar importados pela segunda vez no mesmo dia





//

Duas peruanas e um argentino foram presos em flagrante no final da tarde deste sábado no Aeroporto de Goiânia após furtarem óculos em uma loja de importados. A quadrilha dos estrangeiros, segundo a Polícia Militar, é maior, mas outros dois integrantes conseguiram fugir.

Bem vestidos, Margarita Lucy Lanatta Garcia, de 42 anos, e o argentino Julian Villar Cortes, de 26 anos, entraram na Dutty Free por volta das 13h30 e furtaram dois óculos Ray Ban avaliados em R$ 1.400.

No final da tarde, por volta de 17h30, os dois, desta feita vestidos com outras roupas, retornaram à loja para praticar um novo furto, momento em que foram reconhecidos pelos funcionários, que acionaram a Cabo Tatiane e a Soldado Aline. Inicialmente, Margarita e Julian negaram o delito, mas após serem informados de que haviam sido filmados pelo circuito interno da loja confessaram o furto.

Convencidos pelas policiais de que poderiam ter a pena reduzida caso devolvessem os acessórios furtados eles ligaram para Olenca Garcia Villaseca, de 41 anos, que minutos depois chegou no aeroporto com os dois óculos.

Junto com Julian e Margarita, Olenca também acabou presa e autuada em flagrante no 1º Distrito Policial por furto. Outros dois homens que levaram Olenca para o aeroporto e que também integram a quadrilha fugiram, quando perceberam a aproximação das policiais.