BRASILEIRO E GOIANO

Estado e clubes discutem protocolos de segurança para retomada do futebol

Secretário de esporte afirma que estádios estão com gramados prontos. Times se comprometem a respeitar critérios definidos em decreto


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 14/07/2020 às 10:01:26

Registro de partida entre Atlético Goianiense e Vila Nova pelo Goianão 2018 (Foto: divulgação/ACG)
Registro de partida entre Atlético Goianiense e Vila Nova pelo Goianão 2018 (Foto: divulgação/ACG)

Representantes de clubes de futebol de Goiás tiveram encontro virtual com o governador Ronaldo Caiado nesta segunda (13). Eles discutiram a retomada das partidas em consonância com os protocolos de segurança em saúde para que se evite alastramento do coronavírus.

Embora atletas tenham bom potencial de recuperação em razão de seus preparos físicos, Caiado ressaltou que eles ainda podem ser transmissores da covid-19 e lembrou que o isolamento deve ser uma premissa neste momento.

“Se não tiver o cuidado de isolá-los, eles têm capacidade de contaminar mais do que outras pessoas, porque quando vão em algum local podem provocar aglomeração”, pontuou.

O decreto assinado nesta segunda permite a retomada dos jogos, que estão previstos para agosto e setembro e as equipes já se preparam. De acordo com o secretário estadual de Esporte, Rafael Rahif, gramados dos estádios estão em boas condições para receber partidas de campeonatos locais e nacionais.

Presidente da Federação Goiana de Futebol (FGF) Andre Pitta afirmou que a autorização para retomada evitou que clubes saíssem de Goiânia tanto para realizar preparo para as competições como para participar das partidas. “Já comuniquei à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) que os estádios de Goiás estão liberados para a realização dos jogos”.

Comprometimento

Cartolas das principais equipes goianas se comprometeram em cumprir os protocolos de segurança sanitária.
“Temos muita preocupação. A prevenção é muito importante nessa pandemia “, acrescentou o presidente do Atlético-GO, Adson Batista.

O presidente do Goiás também se manifestou.“Seremos expostos ao risco, sabemos da gravidade. Precisamos cumprir um rígido protocolo para não ter qualquer tipo de problema”, reforçou Marcelo Almeida.

Vila Nova garante que está pronto para o desafio. “Estamos prontos e cumprindo todos os protocolos necessários para ter segurança dos atletas e dos dirigentes”, disse Vinícius Cirqueira, vice-presidente do Vila Nova.

O time entra em campo no mesmo fim de semana que Goiás e Atlético-GO, mas atuando pela série C do Brasileirão. A maioria dos outros times poderá voltar aos treinos, já que as partidas do campeonato Goiano não estão definidas, em virtude do calendário nacional divulgado pela CBF ir até fevereiro.