Isabela Gonçalves
Do Mais Goiás

Espetáculo infantil online fala sobre a relação entre adultos e crianças

A Cia Bendita apresenta no sábado (10), o espetáculo infantil "Terremota", com transmissão pelo Instagram e YouTube

#EmCasaComSesc Cia Bendita
Peça "Terremoto" (Foto: Divulgação/ Maria Clara Diniz)

Para incentivar que as crianças aproveitem o tempo em casa de forma mais produtiva, diversos projetos acabaram nascendo em todo o país. Um deles é o Crianças #EmCasaComSesc, que vem sendo realizado desde maio do ano passado, e segue com programações semanais.

A proposta é mesclar artistas, companhias e grupos consagrados no cenário brasileiro, levando ao público infantil algumas peças teatrais, shows musicais e muito mais. Embora seja realizado pelo Sesc São Paulo, o objetivo do projeto é que o público possa acompanhar de todos os cantos do Brasil, consumindo conteúdos de qualidade, ao mesmo tempo em que gera oportunidades para artistas do país.

As transmissões destinadas à criançada acontecem aos sábados, a partir das 15h, e podem ser acompanhadas pelo Instagram do Sesc Ao Vivo (clique aqui) ou pelo YouTube do Sesc São Paulo (clique aqui).

Para o próximo sábado (10) do #EmCasaComSesc, quem se apresenta é a Cia Bendita, com Jackie Obrigon e Guto Togniazzolo. Diretamente de São Paulo, será transmitido o espetáculo “Terremota”, com texto e direção de Marcelo Romagnoli. A história fala sobre a corajosa Maria, uma menina bem esperta que mora com o tio Bigode e o gato Platão (marionete em cena).

A garotinha passa a maior parte do dia sozinha em casa, e tem como maior passatempo analisar o mundo pela janela. Durante um feriado, o tio combina de viajar com Maria, mas uma chuva forte acaba atrapalhando os planos, fazendo com que a menina fique indignada.

Cheia de ideias e ansiando pela liberdade, a garota decide então, fundar, na sala de casa, um mundo imaginário com uma nova ordem, chamado por ela de “República Terremota”.

O espetáculo da Cia Bendita, promovido pelo #EmCasaComSesc, busca inspiração em grandes personagens infantis. Mafalda, criada pelo cartunista Quino, e Píppi Meialonga, da escritora sueca Astrid Lindgren, foram utilizadas como símbolos de sagacidade e coragem, fazendo com que Maria pudesse ganhar vida.

O jogo da personagem com o tio revela a psicologia da relação entre crianças e adultos, despertando reflexões que se estendem sobre a própria essência da educação, tocando em questões políticas, éticas e pedagógicas.

Serviço

Cia Bendita apresenta “Terremota”, no #EmCasaComSesc

Quando: 10/4 (sábado)

Onde: Instagram do Sesc Ao Vivo (clique aqui) ou pelo YouTube do Sesc São Paulo (clique aqui)

Horário: a partir das 15h

Acesso: gratuito

Leia também: