Do Mais Goiás

Espetáculo ‘Do Outro Lado do Mar’ será apresentado até dia 20 de junho

Os ingressos podem ser adquiridos pela plataforma Sympla, com valores a partir de R$ 10

Do Outro Lado do Mar
Do Outro Lado do Mar (Foto: Divulgação/ Ramon Gonçalves)

Se você está em busca de algo diferente para aproveitar durante o fim de semana, uma dica é assistir ao espetáculo “Do Outro Lado do Mar”, que será apresentado sempre aos domingos, até dia 20 de junho.a é a primeira versão brasileira da obra de Jorgelina Cerritos, uma das mais importantes dramaturgas de El Salvador.

O espetáculo aborda questões relativas à identidade e solidão, a partir do momento em que dois personagens se encontram, com suas histórias e visões de mundo completamente opostas. A primeira delas é uma funcionária pública, que é responsável pela emissão de documentos e vive em função do trabalho. Já o segundo é um pescador, que busca documentos que comprovem sua existência, para que ele possa adotar um cachorro.

Realizado pela Companhia Teatro dos Novos, em parceria com o Toró Teatro, a peça conta com encenação do diretor baiano Marcio Meirelles, além do elenco formado por Andréa Elia e Edu Coutinho, que também assina a tradução para o português, junto a Meirelles.

“Do Outro Lado do Mar” será transmitido de forma dominical até o dia 20 de junho, a partir das 19h, ao vivo pelo Novo Vila Virtual – palco virtual do Teatro Vila Velha. Para garantir sua vaga, basta comprar seu ingresso pelo Sympla, correspondente ao dia que pretende participar, com valores a partir de R$ 10.

Sinopse “Do Outro Lado do Mar”

Em uma praia deserta foi instalado um balcão de atendimento da prefeitura para serviços burocráticos. Ali, uma funcionária pública dedicada e prestes a se aposentar espera sozinha alguém que apareça precisando do seu trabalho. De um barco chega um homem jovem, em busca da emissão de um documento que comprove a sua existência, para que possa adotar um cachorro. Assim surge uma história carregada de poesia que, com aparente simplicidade, provoca uma profunda reflexão sobre o trabalho, a solidão e a busca de identidade.

Dorotea, mulher mais velha, responsável pela emissão de documentos, persegue uma ideia de sucesso associada à produtividade: vive para o trabalho e busca a felicidade sendo útil, servindo ao público. Já o jovem Pescador vive no mar, a princípio livre de qualquer preocupação com uma vida “oficial”. Numa relação que muda constantemente de frequência e temperatura, como o mar, o texto vai revelando também os diversos pontos que aproximam essas duas pessoas.

Para Edu Coutinho, que integra o elenco, “Do Outro Lado do Mar” tem um texto poético, apesar de abordar questões político sociais: “É um texto que nos pega primeiro pela poesia, pela beleza das imagens contidas nas palavras, e que vai sutilmente nos virando de frente para as contradições dessa sociedade ocidental, capitalista, que padroniza os modos de vida e determina quais vidas valem mais, quais valem menos, quais aquelas que nem sequer existem“, comenta.

O cenário é sempre o mar. Mas às vezes o céu, as nuvens, o vento também têm algo a acrescentar à água para compor cor e ondas, calma e tumulto que acompanham os momentos, os diálogos, os atritos e fricções entre aquelas vozes, somando-se musicalmente à sonoridade da peça.

Serviço

Espetáculo Do Outro Lado do Mar

Quando: 6, 13 e 20 de junho (aos domingos)

Horário: 19h

Ingressos: a partir de R$10
Vendas em sympla.com

Transmissão: Novo Vila Virtual – palco virtual do Teatro Vila Velha.

Leia também: