Do Mais Goiás

Espetáculo ‘A História do Soldado’ estreia nesta quinta-feira em Goiânia

Apresentado pela primeira vez em Goiânia, a peça "A História do Soldado" terá transmissão no YouTube

A História do Soldado estreia em Goiânia pela Orquestra Sinfônica Jovem
(Foto: Reprodução/ Pexels)

Em conjunto com as áreas de Dança e Teatro da Escola do Futuro em Artes Basileu França, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG) promove, nesta quinta-feira (10), o concerto-espetáculo “A História do Soldado“. A peça cênico-musical foi desenvolvida pelo compositor russo Igor Stravinsky, em 1917, lançada pela primeira vez em 1918, no período pós Primeira Guerra Mundial.

A composição foi feita a partir do texto do escritor suíço Charles-Ferdinand Ramuz, baseado em contos populares russos, selecionados por Alexander Afanássiev. Segundo Eliel Ferreira, maestro titular e diretor artístico da OSJG, este é um espetáculo feito para tocar, encenar e dançar: “Está sendo uma produção muito bacana. É uma peça do repertório extremamente difícil e está sendo um desafio para mim e para os músicos, mas os meninos estão se saindo maravilhosamente bem“, comenta.

A apresentação acontecerá diretamente do palco do Teatro Goiânia, seguindo todos os protocolos recomendados – equipe reduzida, uso de máscara e álcool em gel, distanciamento entre os músicos e equipe técnica, e sem presença de plateia. A transmissão acontecerá ao vivo no dia 10, a partir das 20h, pelo canal da Orquestra Jovem no YouTube.

A direção cênica de “A História do Soldado” fica por conta do ator, diretor e professor Hélio Fróes, além da participação dos músicos da Orquestra, os alunos do Corpo Cênico Basileu França, Adan Sousa, como narrador; Vinícius Morais, que interpretará o soldado; e Rafael Freitas, que atuará como diabo. A bailarina do Balé do Teatro Escola Basileu França, Nathália Nascimento, interpretará a princesa.

Um pouco mais sobre “A História do Soldado”

Com um enredo pensado para três atores (soldado, diabo e princesa), foi também elaborado para ter a participação de sete instrumentos: violino, contrabaixo, fagote, corneta, trombone, clarinete e percussão. De acordo com o maestro, a peça leva em consideração o cenário de pós-guerra em que a Europa se encontrava naquele momento, então, o formato camerístico se tornou ideal.

Então, a maneira de se fazer música, de ser uma música que poderia ser tocada em qualquer ambiente, foi justamente utilizar um grupo de câmara”, afirma o maestro. Assim, o público poderá acompanhar uma peça que fala sobre o que o ser humano é capaz de fazer para alcançar seus desejos, vaidades e sede de poder, por meio da história de um soldado que vende sua alma ao diabo, simbolizada pelo único bem de valor que ele tem: o violino.

Segundo Eliel Ferreira, esta será a primeira vez que a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiânia e as áreas de Dança e Teatro do Basileu apresentarão o concerto-espetáculo “A História do Soldado”.

Ele conta que: “Neste ano comemora-se 50 anos da morte do grande compositor russo (Stravinsky), que teve uma influência enorme na música do século XX e do século XXI. A experiência está sendo a mais enriquecedora possível. É um prazer trabalhar com esses músicos, atores e dançarina talentosos. Poder realizar um desafio desse porte, que grandes orquestras e teatros do mundo realizam, em um teatro-escola, que é o Basileu França, utilizando talentos apenas da Escola, é uma alegria muito grande e mostra o talento e a seriedade que os professores e os alunos trabalham na instituição“, finaliza.

Serviço

Peça “A História do Soldado” estreia em Goiânia

Quando: 10 de junho (quinta-feira)

Onde: canal da Orquestra Jovem no YouTube

Horário: 20h

Acesso: gratuito

Leia também: