Literatura

Escritor goiano Rafael Magalhães fala dos planos para 2017

Autor do blog Precisava Escrever se prepara para lançar terceiro livro e se aventurar no YouTube




Com 1,5 milhão de seguidores somando sua conta no Instagram e no Facebook e um jeito de conversar muito humilde e quase tímido, é díficil imaginar que Rafael Magalhães, morador da Vila Nova e de apenas 29 anos, é um dos autores goianos mais bem-sucedidos da atualidade.

 

Ele é o homem por trás do blog Precisava Escrever e publicando suas crônicas de forma independente, Rafael já lançou dois livros e vendeu mais de 40 mil exemplares e até acumulou leitores celebridades, como Grazi Massafera, Walcyr Carrasco, Fernanda Paes Leme e Wesley Safadão.

 

Agora, ele já está de olho no ano que vem: “Eu tô concluindo a turnê do segundo livro e aí depois a intenção é ficar mais parado em Goiânia e finalizar o terceiro livro. Já estou com ele uns 70% concluído, mas a nossa perspectiva é lançar em março de 2017 e continuar vendendo da forma independente como eu vendo hoje”, disse.

 

Uma das novidades será uma loja aqui na cidade, onde ele pessoalmente irá vender seus livros: “Aqui em Goiânia eu tenho um ponto de vendas na Ricardo Paranhos e uma das novidades do ano que vem é que vou abrir uma loja física do Precisava Escrever pra poder comprar direto comigo na loja. Vai ser na Jamel Cecílio, acredito que a inauguração da loja já vai ser em janeiro”.

 

Ele relembra que aos poucos precisou passar a se dedicar inteiramente ao blog: “Quando eu lancei o primeiro livro eu era personal trainer e professor de Educação Física concursado na rede municipal de Goiânia”. Na época ele ainda tentou conciliar o trabalho de professor com o blog, mas quando o segundo livro saiu, teve que largar o trabalho porque já estava viajando muito.

 

Hoje, Rafael vive há um ano inteiramente do blog, com boa parte da renda vindo diretamente da venda dos livros: “Já tem um ano que estou vivendo dos livros e das ações que o Instragam propicia. Minha renda quase total vem dos livros. Por muito tempo o blog era um diário que só eu entrava nele, não era divulgado. Só comecei a divulgar quando entrei nestas redes e o Instagram disparado é o mais forte”.

 

Ele dá destaque para o Instagram, rede social que verdadeiramente levou sua escrita para todo o Brasil: “O blog é bem acessado. Temos uma média de 30 a 50 mil acessos diários. Mas tenho mais de um milhão de seguidores no Instagram, onde posto versões resumidas das crônicas por causa do limite de caracteres. Faço versões menores para incentivar as pessoas a entrar no blog e comprar o livro”.

 

Ele conta que teve que se virar e gastar muito para se lançar de maneira independente e que agora não fecharia com nenhuma editora: “Quando fui lançar o primeiro livro eu fui atrás de várias editoras e ninguém quis lançar meu livro. Depois que me lancei de forma independente, recebi várias propostas, mas tive que investir muito pra montar a estrutura que tenho hoje e me sinto explorado. As propostas são absurdas, é coisa de 10% que fica com o autor. Eu já tenho meu público e vendo bem da forma que está, então acho que não vale a pena”.

 

Quando perguntado sobre as celebridades que o acompanham, ele não se acanha e também não se gaba: são apenas mais leitores e ele se sente grato e feliz pelo reconhecimento. “Uma pessoa que me ajudou muito foi a Carol Nakamura na época que era auxiliar do Faustão, foi uma das primeiras a aparecer no meu blog. Mas tiveram outras: a Grazi Massafera postou frase minha, a Ísis Valverde; quando fiz o texto em homenagem ao Cristiano Araújo a família dele colocou o texto na missa de sétimo dia e aí todos os sertanejos conheceram e passarão a me seguir, e acompanham os textos”.

 

Romances

 

Outra novidade para 2017 é que Rafael quer estrear no formato de textos longos: “Estou escrevendo dois romances. O próximo livro deve ser o último dessa coleção, desde que comecei tive essa ideia de fazer trilogia e aí vou deixar um pouco de lado escrever crônica e começar esse desafio que é fazer romance. Quero lançar já no ano que vem pelo menos um livro em um novo formato”.

 

Um terá uma pegada mais próxima a do blog, enquanto o outro deverá ter um enredo romântico: “Um deles é mais no estilo de auto-ajuda. Minha crônica mais famosa chama Vida de Solteiro e fala sobre dar a volta por cima e saber viver sozinho após terminar um relacionamento e é um livro inteiro sobre essa temática. Já o outro é uma história de amor, eu gosto muito do estilo do Nicholas Sparks e quero algo nesse formato com um livro inteiro contando essa história”.

 

E esse não é o único novo formato que Rafael quer experimentar: “Vou lançar um projeto no YouTube, muito do meu conteúdo é de conselho, conselhos amorosos, já estamos preparando esse material e devemos lançar no primeiro semestre do ano que vem”, revelou, com interesse em expandir sua exposição nas redes sociais e de testar novas ferramentas.

 

Romântico, o autor disse gostar muito dos livros da autora Martha Medeiros, mas foi outra autora de um estilo muito diferente que conseguiu a alcunha de ser a sua favorita: “A autora que me fez apaixonar por livros foi a JK Rowling. Sou fanático, gosto muito, já li os livros várias vezes”.

 

Porém, ele pede que contenham os spoilers: ele ainda não assistiu a Animais Fantásticos e Onde Habitam nem leu A Criança Amaldiçoada, novos capítulos da saga Harry Potter. Muito ocupado, ele justifica: “Ainda não vi o filme novo nem li o novo livro, estou viajando muito e ainda não deu tempo, mas assim que ficar mais tranquilo eu quero ver”.