Homofobia

Escola adventista aplica prova com questões homofóbicas, no Pará, e gera indignação na web

Algumas das perguntas eram "Homossexualismo tem perdão?" e "Como evitar o homossexualismo?"

Brasil

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 19/11/2019 às 17:25:35

A prova gerou indignação nas redes sociais devido ao seu conteúdo discriminatório após ser divulgada pelo irmão de uma aluna (Foto: Arquivo pessoal)
A prova gerou indignação nas redes sociais devido ao seu conteúdo discriminatório após ser divulgada pelo irmão de uma aluna (Foto: Arquivo pessoal)

Uma escola adventista aplicou uma prova de língua portuguesa com questões com abordagem homofóbica, na última segunda-feira (18), em Belém (PA). As perguntas seriam respondidas por alunos do 9º ano do ensino fundamental. “O que é homossexualismo?”, “Isso é coisa moderna?”, “Homossexualismo é doença ou opção sexual?”, “A pessoa nasce ou se torna homossexual?”, “A Bíblia condena a relação homossexual?”, “Homossexualismo tem perdão?”, “Como evitar o homossexualismo?” foram algumas das perguntas.

A prova gerou indignação nas redes sociais devido ao conteúdo discriminatório. Ela foi divulgada pelo irmão de uma aluna e nesta terça-feira (19). O termo “Colégio Adventista” esteve entre os mais comentados do dia do Twitter.

Sobre as questões da prova

A avaliação poderia ser levada para casa e respondida após consulta ao livro “De Bem Com Você”, dos autores Marcos de Benedicto e Sueli Nunes Ferreira. No enredo da obra, ambos rejeitam o termo “homossexualidade” e o consideram menos discriminatório por não equiparar a orientação sexual a uma doença. Além disso, afirmam que isso se trata de um “desvio de comportamento”. Para os autores, “o homossexualismo é ‘aprendido’: a pessoa ‘decide’ se tornar homossexual na infância” [sic].

O capítulo “Erros na contramão”, de acordo com a prova, deveria ser consultado para responder essas questões, já que trata da temática. No início do texto do livro, há a indagação “o que leva um rapaz ou uma garota a sentir atração sexual por alguém do mesmo sexo?”.

Posicionamento da escola

O colégio Adventista de Correios disse , por meio de nota, que “as questões contidas no questionário tinham como objetivo colher as diversas opiniões e sentimentos sobre a temática em estudo e davam a cada estudante a oportunidade de expressar livremente sua opinião. Um livro serviu como auxílio na tarefa, o que ocorre em várias disciplinas”. E ainda que “acima de tudo, respeita todos os indivíduos sem qualquer tipo de discriminação sexual, racial, religiosa, ou de outra natureza”.

*Com informações dos sites UOL e BuzzFeed News