Suspeita de suicídio

Envolvido na Operação Decantação é encontrado morto

A suspeita é de que o supervisor de qualidade da Saneago, Claudionor Francisco Guimarães, tenha cometido suicídio




Um dos envolvidos na Operação Decantação deflagrada na semana passada foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (29) no Jardim Botânico, em Goiânia. A suspeita da polícia é que Claudionor Francisco Guimarães, de 54 anos, tenha cometido suicídio.

Segundo o delegado Alessandro Tadeu Carvalho Lopes, titular do 8º Distrito Policial e responsável pelo caso, Claudionor estava com um corda no pesoço quando foi encontrado, o que sugere suicídio. A conclusão do caso, contudo, só será feita após os resultados dos exames de perícia realizados pelo Instituto Médico Legal, que devem ficar prontos em 30 dias.

Claudionor era supervisor de qualidade da Saneago e foi um dos funcionários da estatal que tiveram o mandado de condução coercitiva e de busca e apreensão expedidos durante a Operação Decantação, que apura a suspeita de desvio de recursos federais da Saneago para o pagamento de despesas de campanhas políticas, propinas a empresas, além de pagamentos a Organizações Sociais (OSs) e até coquetéis na sede do Executivo estadual.