Parceria

Entidades organizam atividades para reestruturação da economia de Abadiânia

Imagem negativa deixada pelas denúncias, investigações e prisão de João de Deus aflige empresários locais


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 09/04/2019 às 11:10:57

Imagem aérea de Abadiânia (Foto: prefeitura de Abadiânia)
Imagem aérea de Abadiânia (Foto: prefeitura de Abadiânia)

Um trabalho que reúne entidades do Sistema S com objetivo de promover a recuperação de Abadiânia teve início na segunda-feira (8). Trata-se de um serviço de pesquisa com apoio de 48 alunos/voluntários (foto abaixo) da Faculdade Senac e da Universo. O intuito é extrair um diagnóstico empresarial do município. Assim, os parceiros estimam que será possível mapear perfis empresariais e potencialidades locais, o que norteará o rumo das próximas ações do grupo.

De acordo com o grupo, as denúncias, investigações e prisão do médium João de Deus afetaram negativamente a imagem e a economia de Abadiânia, que dependia majoritariamente do turismo religioso na Casa Dom Inácio de Loyola.

Grupo de pesquisadores (Foto: divulgação/Fecomércio)

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-GO, Marcelo Baiocchi, afirma que o objetivo é apoiar os empresários do município para que possam enfrentar o momento, que chamou de “mudança de foco”. “Deixou-se de ter um turismo religioso muito forte e eles terão que buscar novos caminhos, para manter seus negócios funcionando”, detalhou.

Entre os parceiros na força-tarefa estão, além do sistema Fecomércio/Sesc/Senac, o senai, o Sesi, o Sebrae e o Senar, além da Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e Prefeitura de Abadiânia