Ousadia

Enfermeiro de Aparecida de Goiânia é preso com 1050 doses da vacina contra H1N1 furtadas

Outro homem também foi detido durante abordagem da PM. Caso é o segundo registrado em apenas dois dias. Em Senador Canedo, 80 doses foram furtadas de um posto de saúde da cidade

Cidades

Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 18/04/2018 às 11:48:43

Dupla foi detida no Conjunto Guadalajara, em Goiânia (Foto: PM)
Dupla foi detida no Conjunto Guadalajara, em Goiânia (Foto: PM)

Duas pessoas foram presas na noite desta terça-feira (17) com 105 frascos da vacina de Influenza H1N1 furtadas de postos de vacinações de Aparecida de Goiânia. Murillo Heguer de Paula Soares, de 29 anos, é enfermeiro e foi locado para ajudar na imunização das pessoas havia 20 dias. No momento da abordagem, estava com José Maicon Fernandes Freitas, de 23.

Segundo informações do tenente Gustavo, da Polícia Militar (PM), os suspeitos estavam em um Ford Fiesta vermelho no conjunto Guadalajara, região Sudoeste de Goiânia. Na abordagem, foram encontradas 105 frascos, o que equivale a 1050 doses da vacina que estava em uma caixa térmica no banco traseiro do veículo.

Além das vacinas, foram apreendidos 151 seringas e 24 cartões de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme expõem o tenente, Murillo não revelou como agiu, mas destacou que as doses eram vendidas a R$ 80.

“Cerca de 150 doses já haviam sido vendidas. As negociações aconteciam por meio de rede sociais e ele iria na casa da pessoa para realizar a aplicação”, destaca o tenente, que conta que o enfermeiro já possui passagem pela polícia por ameaça.

José Maicon dava todo o suporte nas negociações e no transporte da vacina até a casa dos compradores. Os dois foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Aparecida de Goiânia, já que foi na cidade que os produtos foram furtado. Eles foram autuados por crime de peculato.

Nota

A prefeitura de Aparecida de Goiânia informou, por meio de nota, que está ciente da prisão do enfermeiro e que um processo administrativo já foi instaurado para verificar a procedência do ato e  afastar do funcionário.

Além disso, o Executivo Municipal destacou que irá intensificar a fiscalização e segurança das vacinas e que todas as doses foram devolvidas à Secretaria Municipal de Saúde, que fará a sua distribuição.

Vacinas eram revendidas por R$ 80 e já tinham 150 doses negociadas (Foto: PM)

Outro Caso

Outras 80 doses da vacina foram furtadas da unidade de saúde da Vila São João, em Senador Canedo, na noite da última segunda-feira (16). Segundo nota, a prefeitura do município informou que a enfermeira responsável pela vacinação foi quem notou que a janela estava arrombada e sentiu a falta das ampolas e de duas doses da tríplice viral. O caso já foi registrado na Polícia Civil da cidade, mas não conseguimos contato com o delegado à frente das investigação.

Ainda em nota, a prefeitura informou que  as vacinas estão sendo repostas conforme repasse da Secretaria Estadual de Saúde (SES). A cidade conta com 23 postos de vacinação e receberam 12,3 mil doses nessa primeira remessa.