Hugo Oliveira
Do Mais Goiás

Empresários são alvos de mandados por suposta sonegação de R$ 100 milhões

Suspeitos teriam utilizado empresas laranja para desviar recursos que deveriam ser destinados aos cofres públicos

Empresários e contadores são alvos de 20 mandados de busca e apreensão e outros 12 de prisão (Foto: divulgação/PC)
Empresários e contadores são alvos de 20 mandados de busca e apreensão e outros 12 de prisão (Foto: divulgação/PC)

Uma operação que investiga participação de empresários e contadores em crimes de sonegação fiscal e falsificação está sendo conduzida na manhã desta terça-feira (23) em Goiânia. De acordo com apurações, suposta quadrilha teria se apossado de mais de R$ 100 milhões, recursos de contribuições tributárias que deveriam ter sido direcionados aos cofres públicos.

Agentes da Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) cumprem 20 mandados de busca e apreensão e outros 12 de prisão temporária. Suspeitos teriam usado negócios laranja, ou seja, de fachada, para lesar o erário e, segundo policiais, para sustentar vidas de luxo.

Esta, segundo a Polícia Civil, é a maior operação já liderada pala DOT. Iniciativa, que foi batizada de Último Drink, tem apoio da Secretaria de Estado da Economia.

Mais informações serão prestadas em coletiva de imprensa a ser realizada ainda nesta manhã. Aguarde mais informações.