Imbróglio

Empresários brasilienses denunciam suposto calote da dupla Cleber e Cauan

Investidores alegam que cantores não cumpriram o pagamento de 20% do faturado por eles em contrato firmado em 2015. Empresário diz que desconhece qualquer processo com esse teor


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 06/06/2019 às 19:14:46

De acordo com a defesa dos empresários, artistas teriam que pagar 20% do valor faturado (Foto: Reprodução/Facebook)
De acordo com a defesa dos empresários, artistas teriam que pagar 20% do valor faturado (Foto: Reprodução/Facebook)

Três empresários de Brasília (DF) denunciam um suposto calote por parte da dupla sertaneja Cleber e Cauan. Uma ação judicial tramita no Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) para que seja cumprido, de acordo com os investidores, o pagamento de 20% do faturamento da dupla.

Segundo o advogado dos empresários, Victor Alarcão, o caso tramita em segredo de justiça. Mas ele adiantou que os cantores, que são naturais da cidade goiana de Ceres, iniciaram a carreira cantando em bares do Distrito Federal e Entorno. Os empresários teriam assinado contrato com a dupla em outubro de 2015. Uma das cláusulas seria o retorno da porcentagem diante o faturamento da dupla.

Os empresários destacam que desde o período citado nunca houve o ressarcimento do capital investido ou alguma divisão referente aos lucros e resultados obtidos pelo cantores. Os investidores também acusam a dupla de não atenderam às ligações. Segundo Victor, um mandado contra a C&C Produções e Shows foi expedido no último dia 10 de maio e uma audiência de conciliação está marcada para o próximo dia 15 de julho.

O Mais Goiás entrou em contato com o empresário da dupla, Cleiton Souza. Por telefone, o Cleiton disse que nem ele e nem os artistas têm o conhecimento de algum processo com esse teor e que também não foram oficialmente notificados. Cleiton ainda destacou que, tendo conhecimento da ação, medidas cabíveis serão tomadas.