Thais Lobo
Do Mais Goiás

Empoderamento feminino está ligado à busca por equilíbrio da mulher multitarefa, diz especialista

Essa expressão do momento virou sinônimo quando o assunto nas rodas de conversas são os direitos, a liberdade e as capacidades de uma mulher

O termo empoderamento vem do inglês, “empowerment”, e significa de forma bem sintética “dar poder a uma pessoa”. A palavra da moda tem sido amplamente usada no discurso feminista, especialmente, nas redes sociais, e recebe um significado mais abrangente e diferente de sua tradução literal. A explicação é da advogada, master coach e especialista em desenvolvimento de pessoas, Karina Nascimento, que nessa próxima quarta-feira, Dia Internacional da Mulher, irá falar sobre o assunto a um grupo de 50 mulheres, corretoras credenciadas da MRV Engenharia. A palestra está marcada para às 9h, no K Hotel.

“O empoderamento acontece quando uma pessoa, por si só, decide realizar mudanças para se fortalecer e crescer. Não depende de transferência de poder, mas de um processo que vem de dentro para fora, é quase um processo emancipatório”, explica.

Dentro do contexto das questões femininas, ela explica que as mulheres passam hoje por um processo de se libertar de expectativas que a sociedade ainda impõe, mesmo que de forma velada. “Já caminhamos muito, mas ainda somos ensinadas a ser tudo para todos”, diz a master coach. São rótulos que a mulher ainda absorve como a obrigação de estar sempre bonita, ser uma mãe nata, de ser sempre uma fortaleza capaz de suportar todas as dificuldades, de obrigar-se a manter-se sempre jovem para ser desejável, e assim por diante.

Karina lembra que, desde o surgimento da pílula anticoncepcional nos anos 1960, que permitiu um melhor planejamento familiar, a mulher caminhou muito em busca de autonomia nos relacionamentos e também na vida profissional. Contudo, ao conquistar mais espaço, se sobrecarregou de funções sem dar o direito – a si mesma, inclusive – de reclamar por esse peso, o que se perpetuou na sociedade.

“O empoderamento feminino tem muito a ver com a busca de equilíbrio. A mulher ainda vive um dilema quando quer dizer ao contratante que vai sair mais cedo do trabalho para ficar com os filhos, enquanto o homem é enaltecido se tiver uma atitude semelhante. Ela ainda não se dá o direito de dizer que está cansada porque precisa ser sempre forte, é a visão social que se espera dela”, diz.

O processo de mudança, orienta a master coach depende de autoconhecimento, é preciso que cada mulher identifique quais são seus valores legítimos e, a partir de então, busque pelas mudanças coerentes consigo mesma.

Paletra Empoderamento Feminino
Data:  08/03/2017 (quarta-feira)
Horário: 9 horas
Local: K Hotel – Av. Dep. Jamel Cecílio, 2550, Jardim Goiás – Goiânia