Da Redação
Do Mais Goiás

Embate entre Caiado e Marconi deve parar na Justiça

Marconi Perillo pretende protocolar ao menos quatro ações contra o democrata por declarações feitas nos últimos seis meses

Marconi Perillo diz que operação é 'censura' e compara política do governo Caiado com Joseph Goebbels
Marconi Perillo diz que operação é 'censura' e compara política do governo Caiado com Joseph Goebbels (Foto: Reprodução)

A troca de acusações e farpas entre o governador Ronaldo Caiado (DEM) e o ex-chefe do Executivo Marconi Perillo (PSDB) deve parar na Justiça. Isso porque o tucano pretende protocolar ao menos quatro ações contra o democrata ainda essa semana. Serão alvos de ações as declarações do atual gestor dos últimos seis meses.

Segundo o advogado de Perillo, João Paulo Brzezinski, serão três ações cíveis. Duas com pedido de indenização e uma interpelação. Além disso, a expectativa é que sejam protocoladas uma ou três criminais. A defesa ainda decide se será apenas um processo pelos crimes de calúnia, injúria e difamação ou os três de modo separado.

O embate mais recente começou na última quinta-feira (15), durante discurso de Ronaldo Caiado na Romaria de Nossa Senhora D’Abadia de Muquém, distrito de Niquelândia. O democrata disse que Goiás seria a “Disney de corruptos”. E que essas pessoas precisaram mudar de Estado – referência ao fato do ex-governador Marconi Perillo viver atualmente em São Paulo. Depois da declaração foi a vez de o tucano revidar e chamar Caiado de “canalha e impostor”.

Mas a discussão não parou por aí. No domingo (18), durante entrevista coletiva no 5° Encontro dos Nordestinos de Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal (DF), o governante afirmou que Marconi é o “chefe da quadrilha” que assaltou o Estado. “Ele não foi governador (…) ele assaltou Goiás, roubou o dinheiro do cidadão. O Estado agora tem um governador honesto, transparente e que não vai assaltar os cofres públicos”, disse.

Em nota divulgada à imprensa, o tucano revidou as farpas mais uma vez. Segundo ele, o atual gestor é “perseguidor, tirano e arrogante”. No texto, Perillo ainda provoca o democrata ao afirmar que o político irá ganhar “Oscar de efeitos especiais pelas mentiras e invencionices que vem criando para tentar esconder sua indisfarçável incompetência”.

 

*Com informações do O Popular