Do Mais Goiás

Em vídeo, adolescente de 13 anos confessa assassinato de advogada no Alto da Glória

Menor, que já tem mais de cinco passagens criminais, assumiu ser o autor do disparo que vitimou Laís Fernanda Araújo Silva, no último dia 10

A Polícia Militar apresentou na tarde deste sábado (19) os suspeitos de terem cometido o assassinato da advogada Laís Fernanda Araújo Silva, de 30 anos, na noite do último dia 10 de maio, no Setor Alto da Glória, em Goiânia.  Os dois adolescentes, de 13 e 17 anos, e uma mulher, Luziane Ramos de Souza , 22, foram localizados hoje pela manhã em uma residência no Setor Balneário Meia Ponte, na região Norte da capital.

Em vídeo gravado pela PM, o adolescente de 13 confessou ser o o autor dos disparos que mataram a advogada. O menor também assumiu que já esteve apreendido cinco vezes por roubo e uma por receptação.

O outro adolescente, que também já esteve apreendido por tráfico de drogas e furto, confirmou que participou da abordagem à advogada. Já Luziane Ramos de Souza relatou que ficou no carro junto com um quarto criminoso, aguardando pelos dois comparsas. Ela também responde por tráfico de drogas, uso de documentos falsos e assassinato.

De acordo com o relato do trio, o veículo Gol usado por eles para chegar e fugir do local era dirigido por um comparsa conhecido somente como Rogério e, no dia seguinte ao latrocínio, ele teria fugido para a Bahia.  Os suspeitos relataram ainda que pretendiam roubar o carro da advogada, que teria se assustado quando foi abordada.

Os dois adolescentes e Luziane foram apresentados na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), que é a especializada encarregada pela investigação do latrocínio.

O crime

Lais foi morta na noite do último dia 10 de maio, quando procurava uma vaga para estacionar o carro na Rua Teresina, no Setor Alto da Glória. Ela  estava estacionando o carro para buscar um amigo quando foi abordada pelos criminosos.

Segundo a Polícia Civil, dois homens chegaram e anunciaram o assalto. Laís teria se assustado e tentado arrancar com o veículo, quando foi atingida por um tiro na cabeça. O carro, que estava ligado, chegou a andar por alguns metros e derrubou quatro motos que estavam estacionadas.