Chamadas indesejadas

Em três anos, foram bloqueados cerca de 33 mil números de ligações de telemarketing, em Goiás

O serviço é o mais procurado no Procon Goiás; Anatel também criou site que permite bloqueio


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 17/07/2019 às 19:17:35

(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)
(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

De janeiro de 2016 ao dia 15 de julho deste ano,foram bloqueadas 33.915 números que faziam ligações de empresas de telemarketing no Estado de Goiás. Além disso, foram instaurados oito processos, que resultaram em sanções com aplicação de multa, contra todas as empresas que persistiram nas chamadas a números cadastrados para não receber as chamadas. Os dados são do Procon Goiás.

O bloqueio de ligações de operadoras do segmento de telecomunicações é o serviço mais procurado pelo público no órgão. O consumidor interessado em não receber mais as chamadas pode acessar o site do proconweb.ssp.go.gov.br. No menu ‘Bloqueios’, pode-se inserir números de telefone para não receber mais ligações e mensagens de telemarketing (com limite de três números por CPF).

Na última terça-feira (16) foi criado o site www.naomeperturbe.com.br após determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). É voltado apenas às principais empresas do setor: Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo. Mas o intuito é o mesmo, inibir ligações oferecendo serviços como pacotes de telefonia, acesso à internet e TV paga aos clientes. As empresas citadas seriam as responsáveis por um terço dos telefonemas indesejados.

*Com informações do Procon Goiás